Falôôô... A opinião de Jota Jota

Foi o primeiro passo conseguido pelos clubes da série “B”, filiados à Federação Baiana de Futebol a aprovação que no acesso de 2022, teremos dois clubes subindo e dois descendo O resultado da votação foi 7 votos a 3, porque a proposta para que subissem dois descendo apenas um, até 2024, foi rejeitada no plenário, passando a colocada em votação pela FBF.

Alegria geral, pois em 2019 os clubes que disputaram o acesso, pincipalmente Unirb e Barcelona, propuseram a mudança e foram vencidos nas votações, um desejo de anos. Agora aprovada, a lei de acesso tem adendos a serem cumpridos pelos postulantes às vagas abertas, pois vejamos.

A série B de 2022 terá a obrigação de ser disputada por um mínimo de 10 clubes, caso contrário o acesso voltará a ser de apenas um clube, subindo e descendo, ou seja, as equipes que quiserem participar já precisam ir tomando suas providências de regularizações junto a FBF, que não será nada fácil.

Depois da papelada pronta, as dificuldades vão passar pelas aprovações dos estádios, onde as partidas serão disputadas em seus mandos de campo, porque os laudos de funcionamento, serão exigidos rigorosamente, conforme pronunciamento do presidente Ricardo Lima com relação aos da série “A”, que devem ser entregues até o dia 06 de dezembro.

Pois vejam que a aprovação do acesso teve ressalvas, mas que são pertinentes devido ao Regulamento Geral de Competições e o MP. E todos nós temos conhecimento de que os laudos de todos os estádios têm validade de um ano, muitos estarão vencidos no dia 6, precisando de renovação imediata para a elite.

Já a série B, onde os estádios em sua maioria estão sucateados, as reformas serão obrigatórias para a emissão dos laudos aprovados, o que não vai depender dos clubes, mas sim dos poderes públicos municipais, e o tempo voa.

Observaram que o campeonato da lei de acesso apenas começou?

Os clubes passaram pelas oitavas de final, as quartas serão disputadas nos corredores da FBF no quesito REGULAMENTAÇÃO e quitação de possíveis débitos; as semifinais acontecerão com as emissões de laudos e reformas dos estádios, e só então teremos a grande final, a disputa de uma série B com 10 clubes, e a lei de acesso concretizada.

Agora não é torcer para dar certo, mas sim agirem o quanto antes para evitar que tudo saia errado, as ações precisam ser imediatas, e somente a união dos presidentes da série B, poderá levá-los à grande final.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA.