Baianão 2024 começa em 14 de janeiro e termina em 7 de abril

0
513
Foto: FBF / Divulgação

Baianão 2024 começa em 14 de janeiro e termina em 7 de abril

A decisão foi anunciada pela FBF nesta segunda-feira durante arbitral

Da Redação

Em reunião do Conselho Técnico realizado nesta segunda-feira (31), a Federação Baian de Futebol (FBF) e clubes definiram tópicos que serão incluídos no regulamento do Campeonato Baiano do próximo ano.

O presidente Ricardo Lima, o vice Manfredo Lessa, a diretora de competições Taíse Galvão e dirigentes dos dez clubes participantes (Atlético, Bahia, Bahia de Feira, Barcelona, Itabuna, Jacobina, Jacuipense, Jequié, Juazeirense e Vitória), estiveram reunidos e anunciaram detalhes da competição, que começa em 14 de janeiro e termina em 7 de abril.

Outros detalhes foram discutidos durante a reunião, como a fórmula de disputa, acesso, descenso e classificações às competições nacionais. Confira:

  • A Pré-Copa do Nordeste começa em 7 de janeiro;
  • A arbitragem será 100% custeada pela FBF;
  • A competição terá árbitro de vídeo (VAR) nas semifinais e finais;
  • Todos os jogos serão transmitidos pela TVE ao vivo.
  • Os dois últimos classificados na primeira fase serão rebaixados para a segunda divisão.

Mais deliberações:

Fórmula – Os dez clubes participantes irão compor um único grupo para a 1ª fase. Os jogos acontecerão em sistema apenas de ida e os quatro melhores colocados avançarão para a Semifinal.

Na Semifinal, os quatro clubes classificados serão divididos em dois grupos, de números 2 e 3, com a seguinte formação: Grupo 2 (1º do Grupo 1 x 4º do Grupo 1) e Grupo 3 (2º do Grupo 1 x 3º do Grupo 1). Nesta fase, eles se enfrentarão dentro de cada grupo, em jogos de ida e volta.

Os dois vencedores farão a final do campeonato e decidirão o título em duas partidas, de ida e volta. Os dois últimos colocados da 1ª fase estarão rebaixadas para a Série B de 2025.

No total, o Baianão 2024 terá 13 rodadas. Serão nove pela 1ª fase, duas pela 2ª fase (Semifinal) e duas pela 3ª fase (Final).

Copa do Brasil – Campeão, vice-campeão e 3º colocado da competição garantirão as vagas na Copa do Brasil de 2025.

Copa do Nordeste – O campeão baiano terá direito à primeira vaga na Copa do Nordeste de 2025. A segunda vaga será do clube mais bem posicionado do Estado no Ranking Nacional de Clubes da CBF. Já a terceira vaga, na Pré-Copa do Nordeste, será do clube que tiver a melhor colocação no Baianão, excluindo os clubes presentes na primeira e segunda vagas. Caso o clube da primeira vaga não esteja disputando as Séries A ou B do Brasileirão, a terceira vaga será destinada ao clube com a segunda melhor colocação no Ranking Nacional de Clubes da CBF.

As vagas na Copa do Nordeste são distribuídas de acordo com a deliberação da CBF.

Brasileirão Série D – Terão direito às duas vagas no Brasileirão Série D de 2025 os dois clubes melhores colocados do Baianão que não sejam integrantes das outras séries do Campeonato Brasileiro.

A terceira vaga na Série D será destinada ao campeão da competição que a FBF realizar no segundo semestre, com 5 clubes Série A e 5 da Série B. Caso essa competição não seja realizada por número insuficiente de participantes, a vaga será transferida para o Baianão, obedecendo a ordem de classificação e os mesmos critérios das duas primeiras vagas.

VAR – O árbitro de vídeo (VAR) será utilizado nos jogos da Semifinal e da Final, uma novidade em relação às últimas edições, onde apenas as partidas da final contavam com a tecnologia. Todos os custos ficarão com a FBF.

Arbitragem – Em apoio aos clubes, a FBF garantiu a isenção das taxas de arbitragem de toda a competição. Portanto, 100% da arbitragem do Baianão será pago pela entidade

Baianão Sub-20 e Baianão Feminino – A participação nas duas competições será obrigatória para os dez clubes da Série A. Porém, a fórmula de disputa de cada competição será definida em Conselhos Técnicos específicos.

TVE – Parceira do futebol baiano e detentora dos direitos de transmissão do campeonato, a TVE mais uma vez fará história. Em 2024, a previsão é de que a emissora transmita ao vivo todos os 51 jogos do Baianão. Em 2023, foram 46 transmitidos.

Nova marca – Ao final do evento, o Presidente da FBF, Ricardo Lima, lançou a nova marca (confira abaixo) do Baianão. O novo “rosto” possibilita uma maior identidade com a Bahia e com as mudanças implementadas pela atual gestão.