Da Redação - Foto: Fabrice Coffrini/AFP

O ex-presidente da Fifa Joseph Blatter e o ex-presidente da Uefa Michel Platini foram acusados de “fraude” e “abuso de confiança” na Suíça, após a ampliação da investigação inicial contra eles por “gestão desleal”.

Entretanto, nenhum fato novo foi adicionado a este caso, datado de 2015. Nesse ano, o império montado pelos dois a frente das entidades chegou ao fim.

“Temos a sensação de que o MPC [Ministério Público Suíço] está mantendo esse procedimento antigo, há cinco anos, devido ao jogo artificial e demorado da ampliação de cargos”, denunciou a equipe de Platini em nota à AFP.