Bossa Nova Pop Nativa desembarca na Cantina da Lua para lançamento do EP de Maurício Dias

0
147

Crédito: Bem Mais Bahia

A mais autêntica Bossa-Nova pop nativa, nascida às margens do Rio São Francisco, em Juazeiro, desembarca no Jardim Suspenso da Lua, na Cantina da Lua, dia 19 de janeiro, a partir das 19h. É que o cantor, compositor, instrumentista, publicitário e produtor cultural Maurício Dias, “Mauriçola”, faz o primeiro lançamento em Salvador do seu novo EP “Por Brigitte Por Bardot”, que além da música de mesmo nome, uma homenagem à atriz francesa, tem mais sete composições, todas autorais. No show na Cantina da Lua, Maurício Dias contará com participação especial do guitarrista e bandolinista Ricardo Markis. Os ingressos custam R$ 25 e serão comprados no local.

Sobre o EP – Por Brigite e por Bardot é novo trabalho de Maurício Dias Cordeiro, o Mauriçola, velho eterno guerreiro das margens bossanovistas do Rio São Francisco, Juazeiro, conterrâneo, parceiro e amigo de João Gilberto, de Luiz Galvão dos “Novos Baianos”. A música “Por Brigitte e por Bardot” é tropicália na veia. “Foi um samba dos “novos baianos” que abriu minha cabeça, me ensinou a pisar com os tamancos da tropicália nas pedras rolantes mutantes do Raul Seixas rock n’roll… aquele Sol não quis se por – quase morri de amor – por Brigitte e por Bardot”, conta Maurício.

Sobre Maurício Dia – Nascido em Juazeiro, em 1955, desde cedo, mostrou sua acentuada inclinação pela música. Criança ainda, e com uma extraordinária memória musical, exibia-se em palcos imaginários, imitando cantores consagrados da época. Cresceu ouvindo música clássica, jazz, a orquestra de violinos de Paul Mauriat, Beatles, Jovem Guarda e um ritmo diferente que surgia, chamado Bossa Nova. Conterrâneo, admirador, amigo e discípulo de João Gilberto, Maurício Dias não tinha outro caminho a percorrer. A Bossa Nova é seu leme, ponto de partida e reta de chegada. Maurício Dias estreou artisticamente em Salvador em 1980, no Teatro Vila Velha, vindo da experiência dos festivais universitários. Em 1982, ao lado de nomes como Durval Lelys, Banda Eva, Pepeu Gomes gravou para o disco “Bahia Momo 82”. Se apresentou em diversos palcos de Salvador até que foi para São Paulo, onde se juntou aos Novos Baianos, fez parcerias com Galvão e gravou dois discos. Lá também criou os grupos musicais Olho Mágico e Ovos Brasil, este com Luiz Brasil e Suzana Belo. Em 1983 teve sua composição “Voltar ao Zero” gravada por Paulinho Boca. No final dos anos 80 dá uma guinada na carreira e passa a trabalhar com publicidade, sendo autor de jingles de muito sucesso. Em 1999 volta a trabalhar com música e lança o CD duplo “Prece ao G7”, com participação de João Donato Ricardo Silveira, Luiz Brasil e do ator Paulo Betti. De lá para cá não parou mais de fazer música e, em especial, Bossa Nova.

Serviço:
Show de Maurício Dias – lançamento em Salvador do EP “Por Brigitte Por Bardot
Datas: 19 de janeiro
Horário: 19h
Local: Jardim Suspenso da Lua, na Cantina da Lua
Ingressos comprados no local: R$ 25,00