Brasil supera as dificuldades e vence o Peru por 1 a 0 em Lima

0
175

Da Redação – Jota Jota

No segundo compromisso pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026, a Seleção Brasileira visitou a Seleção Peruana nesta terça-feira (12), e venceu por 1 a 0, gol de Marquinhos no segundo tempo.

A partida aconteceu no estádio Nacional em Lima com pouco mais de 41 mil espectadores, e o sarrafo para a classificação subiu um pouco, o Brasil teve pela frente um adversário mais bem ranqueado, que defensivamente segurou a seleção brasileira na etapa inicial.

O Brasil teve 2 gols anulados por impedimento, e no segundo a checagem levou nada mais nada menos do que 7 minutos. Na sequência o Brasil apertou um pouco mais, sem conseguir converter as jogadas em gol, e o placar não saiu do zero a zero no primeiro tempo.

O árbitro argentino se complicou nos minutos de acréscimo dando menos tempo do esperado pelas interrupções, os brasileiros reclamaram muito.

Na etapa complementar o elenco brasileiro teve total domínio da partida, enquanto a equipe peruana apenas se defendeu, tornando o jogo bem difícil para os comandados de Fernando Diniz. Modificações foram feitas nas duas equipes, mas o Brasil teve seus esforços compensado aos 45 minutos.

Na cobrança de um escanteio por Neymar, Marquinhos se antecipou e de cabeça fez o único gol da partida, definindo a vitória do Brasil por 1 a 0 fora de casa, retomando a liderança após a segunda rodada, com os mesmos seis pontos da Argentina, mas com melhor saldo de gols.

FICHA TÉCNICA

PERU  0 X 1 BRASIL

Eliminatórias da Copado Mundo 2026 – 2ª rodada

Estádio Nacional de Lima – Peru – 23 hs de Brasília

Árbitro: Fernando Rapallini (Argentina)

Assist. 1: Diego Bonfa (Argentina)

Assist. 2: Diego Bonfa e Facundo Rodríguez (Argentina)

VAR: German Delfino (Argentina)

Gol: Marquinhos (Brasil)

PERU: Gallese; Corzo, Abram, Tapia e Trauco (Varella); Yotún, Wilder Cartagena (Castillo) e Marcos Lopez; Andy Polo (Grimaldo), Carrillo (Ruidiaz) e Paolo Guerrero. Téc. Juan Reynoso.

BRASIL: Ederson, Danilo (Vanderson), Marquinhos, Gabriel Magalhães e Renan Lodi; Casemiro, Bruno Guimarães (Joelintin) e Neymar (Taphael Veiga); Raphinha (Gabriel Martinelli), Rodrygo e Richarlison (Gabriel Jesus). Téc. Fernando Diniz.