Da Redação

O Conselho de Ética da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), notificou o Sr. Rogério Caboclo, presidente afastado da entidade, por ter sido denunciado por assédio sexual e moral, feito à uma funcionária da entidade, e que ele tem a partir desta data, 15 dias para apresentar defesa, no processo que tramita naquele conselho.

A cada dia aparecem mais acusações contra Caboclo, que muito dificilmente retornará ao cargo à frente do futebol brasileiro.

Seleção feminina venceu Rússia por 3 a 0 – Foto Richard Callis-CBF

Na partida amistosa contra a Rússia na tarde desta sexta-feira 11, as meninas do futebol feminino entraram com uma faixa “NÃO AO ASSÉDIO”, e postaram em redes sociais seu protesto.

Confira na íntegra:

“Todos os dias no Brasil, milhares de pessoas são acometidas e desrespeitadas com cenas de assédio, seja moral ou sexual. Especialmente nós, mulheres.

São brasileiras e brasileiros, vítimas de abusos e atos que vão contra os nossos princípios de igualdade e construção de um mundo mais justo.

Dizer não ao abuso são mais do que palavras, são atitudes. Encorajamos que mulheres e homens denunciem.

Nossa luta pelo respeito e igualdade vai além dos gramados.

Hoje, mais uma vez, dizemos: não ao assédio.”