Por Tony Martins - Foto Bruno Queiroz/ECBahia

Na classificação atual da primeira fase do Campeonato Baiano 2021, o Bahia de Feira do técnico Oliveira Canindé lidera com 7 pontos, seguidos de Atlético, Juazeirense e Unirb com 6 pontos, fechando o G4. Da quinta à sétima posição estão, pela ordem, Vitória, Bahia e Vitória da conquista com 4 pontos cada. Depois vem fluminense 3, Jacuipense 2 e Doce Mel 1 Ponto.

UNS MAIS, OUTROS MENOS

Em função das diversas competições que as equipes baianas estão envolvidas e pela contaminação de vários jogadores pela Covid-19, muitos jogos foram adiados e/ou remanejados, por isso, nem todas as equipes já realizaram as suas partidas, correspondentes às quatro rodadas:

4 Jogos: Unirb FC, Atlético de Alagoinhas, Bahia e Fluminense de Feira.

3 Jogos: Bahia de Feira, Juazeirense, Vitória da Conquista e Doce Mel.

2 Jogos: Vitória e Jacuipense

Pelo que se percebe Bahia de Feira com 7 pontos e Juazeirense com 6 pontos que fizeram três partidas, largaram bem na competição. O Vitória, apesar de 4 pontos e da quinta colocação, tem chances boas de chegar aos primeiros lugares, pois, só jogou duas vezes, um empate e um triunfo. O Atlético de Alagoinhas ganhou duas e perdeu duas, tá no páreo, enquanto que o Jacuipense é uma incógnita, já que empatou os seus dois jogos. Quem precisa reagir é o Bahia que soma 4 pontos, na sexta colocação, com duas derrotas em casa e um empate, sendo que a única vitória foi diante do lanterna Doce Mel.

Sobre o Bahia é importante enfatizar que a equipe que disputa a competição é a de transição composta por jovens jogadores que, apesar de se tratar de bons valores, falta a experiência em jogos mais decisivos que, certamente, ocorrerão daqui Prá frente.

O Vitória da conquista que perdeu a primeira partida, reagiu na competição, de modo que precisa mostrar essa evolução nos jogos subsequentes. Já o Fluminense de Feira que ganhou uma e perdeu três partidas das quatro disputadas, tem que se recuperar nos próximos jogos: pegará o Unirb fora de casa e o Bahia no Joia da princesa.

O Doce Mel, sem teto, sem vitória e sem bom futebol, perdeu duas vezes e empatou uma. Terá que pontuar nos próximos jogos contra Atlético de Alagoinhas e Jacuipense, sob pena de ser rebaixado de forma antecipada.