Da Redação – Foto: FERJ/Divulgação
Bola Topper, oficial do campeonato carioca (Foto: FERJ/Divulgação)

Continua o impasse entre prefeitura do Rio, Federação e clubes em busca de uma definição para o início do campeonato carioca. Nesta segunda-feira 25, após reunião do conselho arbitral, as decisões anunciadas foram contestadas por Botafogo e Fluminense que pediram a impugnação do encontro. Os dois clubes criticam as alterações no regulamento com o campeonato em andamento, o que só poderia ocorrer com a unanimidade dos filiados, o que não ocorreu.

Entre as medidas polêmicas, a possibilidade de a competição ter jogos fora do Estado foram contestadas pelos presidentes Nelson Mufarrej, do Botafogo, e Mário Bittencourt, do Fluminense, que pediram a impugnação dessa e de outras mudanças no regulamento.

O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) confirmou a liberação dos treinos a partir desta terça-feira 26. Porém, lembrou o prefeito, os jogos só devem voltar em julho, conforme o protocolo que prevê uma análise da curva de contágio do novo coronavírus em meados do próximo mês, contrariando federação e clubes que sonhavam em realizar jogos a partir do dia 14 de junho, de olho na cota da televisão que prometeu voltar a pagar as parcelas tão logo o campeonato recomece.

No decorrer da semana encontros virtuais deverão ocorrer até que os interesses dos envolvidos sejam atendidos dando fim à polêmica.

Enquanto isso, no mesmo dia, o Ministério da Saúde divulgou a morte de 807 pessoas alcançadas pela Covid-19, totalizando 23.473 vítimas em todo país, que contabiliza 374.898 infectados, atrás apenas dos Estados Unidos. O Rio de Janeiro chora 4.105 falecimentos e registra 39.298 pessoas infectadas.