Ascom / Juazeirense

Na tarde desta terça-feira, no Adauto Moraes, os jogadores da Juazeirense participaram de mais uma etapa da preparação para a decisiva partida contra o Vitória da Conquista, na próxima quinta-feira 23.

Ainda sem o atacante Jean Carlos, em tratamento no Departamento Médico, o treinador Carlos Rabelo comandou o primeiro coletivo após o recomeço das atividades, quando teve oportunidade de observar o desempenho individual dos jogadores e fazer experiências à procura do time que poderá ser escalado.

A determinação dos jogadores nesses poucos dias de treino agradou o volante Waguinho, líder do grupo e um dos mais experientes atletas do atual elenco. Falando ao site do Cancão, o capitão afirmou: “Gostei do que vi e queria elogiar a diretoria do clube por ter reunido em tão pouco tempo um grupo tão bom de jogadores”.

Sempre reservado, Waguinho se estendeu em sua fala: “Me surpreendeu positivamente a entrega dos jogadores nesse momento excepcional que estamos vivendo devido ao coronavírus. Com pouco tempo de treinamento, o entrosamento foi acima do esperado, mesmo para aqueles que chegaram agora ao clube – declarou.

Ídolo da torcida aos 36 anos, Waguinho sabe como é importante para o clube vencer as duas partidas que restam nesta fase do Estadual: “Passar para a próxima fase mantém vivo o sonho de disputarmos o título baiano”, lembra o jogador. Ao mesmo tempo, Waguinho alerta para o perigo que representa o adversário. Para ele, “Não existe fórmula pronta para vencer no futebol, mas manter o foco e respeitar o adversário é sempre um bom caminho para superar os obstáculos e conquistar os objetivos” – ensina.

Nesta quarta-feira, pela manhã, a Juazeirense realiza a última atividade antes da partida contra o Bode, quando será a divulgada a lista com os jogadores que irão se concentrar para o importante compromisso.