CBF diminui de 66 para 48 horas o período entre os jogos

Da Redação

A CBF fechou acordo com Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf) e o intervalo de uma equipe entre duas partidas diminui de 66 para 48 horas. A medida contou com a anuência do Ministério do Trabalho e homologação por parte do Tribunal do Trabalho, em Campinas.

Em princípio, a medida vale apenas para a Série A do Brasileiro, porque várias equipes disputam paralelamente competições internacionais como Libertadores e Sul-Americana.

Segundo o portal Futebol do Interior, os clubes serão consultados pela CBF, e “a redução estabelecida vai ter sua validade limitada ao máximo de quatro jogos por time, e nenhum clube poderá ter dois intervalos curtos – de 48 horas – seguidos, o que seria altamente prejudicial para sua recuperação física”.

A CBF admite que pode adotar a medida em outras competições, como as Séries B e C do Brasileiro.

Confira a íntegra do comunicado:

“A Confederação Brasileira de Futebol e a FENAPAF – Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol, -com a anuência do Ministério Público do Trabalho e a homologação do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas), vêm a público informar que aditaram o acordo que estabelecia o intervalo mínimo de 66 horas entre partidas de competições coordenadas pela CBF, para estabelecer que, durante a temporada de 2020, de forma absolutamente excepcional e somente se necessário, poderão ser marcadas partidas com intervalo mínimo de 48 horas.

Tal medida se aplica inicialmente à Série A, podendo ser estendida a outras competições de âmbito nacional mediante o mesmo critério adotado, ou seja, consulta prévia aos clubes e atletas”.