Confederação irá pagar R$ 54 milhões ao campeão do torneio; Vencedor pode receber até R$ 72 milhões pelo título

Crédito: Torcedor.com

A premiação da Copa do Brasil ficará ainda maior em 2020. A CBF realizou um reajuste nos valores e o campeão do torneio pode arrecadar até R$ 72,8 milhões caso jogue todas as fases da competição.

O título da Copa do Brasil irá render ao campeão R$ 54 milhões. Ou seja, R$ 2 milhões a mais que o Athletico faturou em 2019. Já o vice-campeão receberá R$ 22 milhões. Na edição passada, caso o vencedor jogasse todas as fases do torneio, a premiação máxima era de R$ 70 milhões.

CONFIRA A PREMIAÇÃO POR CADA FASE DA COPA DO BRASIL 2020:

1ª fase — R$ 1,1 milhão (GRUPO 1), R$ 950 mil (GRUPO 2) e R$ 540 mil (GRUPO 3);

2ª fase — R$ 1,3 milhão (GRUPO 1), R$ 1,03 milhão (GRUPO 2) e R$ 650 mil (GRUPO 3);

3ª fase — R$ 1,5 milhão

4ª fase — R$ 2 milhões

Oitavas — R$ 2,6 milhões

Quartas — R$ 3,3 milhões

Semifinal — R$ 7 milhões

Vice-campeão — R$ 22 milhões

Campeão — R$ 54 milhões

As equipes vindas do grupo 1 do ranking da CBF são: Atlético-MG, Bahia, Botafogo, Chapecoense, Cruzeiro, Fluminense e Vasco;

As equipes vindas do grupo 2 do ranking da CBF são: Atlético-GO, Ceará, Coritiba, Goiás e Sport;

Os demais times são do grupo 3.

Athletico Paranaense, Bragantino, Corinthians, Cuiabá, Flamengo, Fortaleza, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo já estão classificados diretamente para as oitavas de final da Copa do Brasil.