Da Redação - por Carlos Humberto
Vina Ceara marca primeiro gol no Vitoria semifinal Copa do Nordeste 24-04-2021 Foto Thiago Gadelha

O Ceará, atual vice-campeão cearense, bateu o Vitória e é o primeiro finalista da edição 2021 da Copa do Nordeste. A partida realizada na tarde deste sábado na Arena Castelão, terminou com o triunfo do Vozão por 2 a 0, gols de Vina e Messias no primeiro tempo, quando dominou as ações em campo. A reação do Vitória foi tímida no segundo tempo, insuficiente para furar a linha defensiva do time da casa, que soube resistir às investidas

O triunfo faz do Ceará uma verdadeira pedra no sapato do Vitória, eliminado da Champions League em 2013, 2014, 2015 e 2021, além da Copa do Brasil em 2020, pelo rival nordestino.

Sob o comando do técnico Guto Ferreira, o Ceará faz uma brilhante campanha na atual temporada, já garantido na Terceira Fase da Copa do Brasil e, além de finalista, se mantém invicto no torneio regional com seis vitórias e quatro empates.

O Leão baiano, em plena reformulação do elenco, termina a competição com quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas, e agora volta suas atenções para o estadual e a Copa do Brasil.

O adversário do Ceará virá do confronto entre Fortaleza e Bahia, que fecham a rodada dupla deste sábado a partir das 18 horas.

FICHA TÉCNICA

Ceará 2×0 Vitória

Copa do Nordeste – semifinal 1

Data: 24 de abril de 2021, sábado

Horário: 16 horas

Local: Arena Castelão

Arbitragem: Zandick Gondim Alves Junior, Vinícius Melo de Lima e Francisco de Assis da Hora, todos do Rio Grande do Norte

Gols: Vina (CEA), aos 19min e Messias (CEA), aos 40min do 1º tempo

Ceará: Richard; Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio (Klaus) e Bruno Pacheco; Pedro Naressi, Charles (Fernando Sobral), Mendoza (Saulo Mineiro) e Vini (Jael); Lima e Felipe Vizeu (Marlon). Técnico: Guto Ferreira

Vitória: Ronaldo; Raul Prata, João Victor, Wallace e Pedrinho; João Pedro, Cedric (Eduardo), Soares e Vico (Wesley Pionteck); Samuel (Ygor Catatau) e David (Caíque Souza). Técnico: Flávio Tanajura (auxiliar)

Cartão vermelho: Gabriel Dias (CEA), aos 48min do 2º tempo