Texto: Jaquelyne Costa – Assessora de Comunicação da Secretaria de Agricultura

Nesse início de ano, as chuvas trazem boas novas aos agricultores do Sertão pernambucano. Em Petrolina, as últimas precipitações já começam a animar o homem e a mulher do campo que haviam tido prejuízos em suas plantações no final do ano passado em decorrência ao longo período de estiagem. O momento agora é de alegria já que muitos barreiros são reabastecidos, ajudando na criação de animais e irrigação de pequenas lavouras. Na madrugada desta quarta-feira (13), os pluviômetros marcaram um volume de chuvas entre 30 a 61mm em toda a cidade, inclusive, na zona rural.

Foram registrados generosos índices pluviométricos, a exemplo das comunidades de Uruás e Caititu, que marcaram 50mm de água. Na região de Rajada, Boa Vista, Favela, Jataí, Satisfeito, Santo Antônio, Pau Ferro, Tigre, Emparedado, Barra Franca, a chuva garantiu entre 20 e 40mm e em Cristália e Ponta da Serra os equipamentos marcaram entre 30 a 50mm. Já na área irrigada, no N-2 foram 50mm, o N-3 apresentou 60mm, no N-4 caíram 70mm e N-5 foram 80mm.

Entre os meses de janeiro e fevereiro do ano passado a prefeitura garantiu mais de 400 km de patrolamento de estradas através da Operação Tapa-buracos. Segundo o secretário de Agricultura, Gilberto Melo, em breve as equipes da Secretaria de Agricultura farão vistorias técnicas a algumas localidades do interior do município para verificar também as intercorrências que sempre surgem nesse período chuvoso, principalmente, no que diz respeito à condição das estradas vicinais após as primeiras chuvas.

“As equipes já estão a postos para garantir que haja maior segurança e mobilidade a quem trafega por essas áreas, como também, limpeza de barreiros e barragens, o que vai proporcionar o melhor uso dessa água vinda dos céus”, afirmou o secretário.