Foto: Salgueiro/Divulgação

Com a liberação por parte do governo estadual para a retomada dos treinamentos presenciais no próximo dia 15, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, já projetou para o dia 28 o reinício do Campeonato Pernambucano. No entanto, essa volta ainda é vista com muita desconfiança por parte dos clubes do interior, que se reuniram nesta terça-feira em videoconferência.

Esperando resolução sobre testes, Náutico ainda não possui protocolo de retorno definido, e dentro das realidades distintas entre eles mesmos (com clubes tendo calendário nacional, com participação na Série C e outros encerrando a temporada com o fim do Estadual), as principais dúvidas vão desde as medidas de segurança para o retorno dos treinos até a remontagem de todo o elenco, uma vez que agremiações como Petrolina, Vitória e Decisão, que já estão no quadrangular do rebaixamento e não possuem calendário nacional dispensaram todos os seus jogadores.

Para o presidente do Petrolina, Jefferson Câmara, caso não haja ajuda financeira por parte do poder público ou da própria Federação Pernambucana, há o risco do retorno do Estadual ser marcado por um festival de W.Os (quando o resultado é definido sem a realização da partida).

“O Petrolina não manteve nenhum jogador e está hoje sem elenco. Assim como nós, creio que o Decisão e o Vitória, que também estão sem série nacional, também não tenham mais atletas. No máximo um ou dois. Vamos ter que montar todo um elenco para jogar a competição”, destacou o dirigente.

“A dificuldade maior é financeira. De onde viria o dinheiro para montar um elenco? Se não vier ajuda, provavelmente teremos (jogos com W.O). O Petrolina já está com uma dívida de R$ 120 mil que pegamos de empréstimo para poder liberar os jogadores. Fora despesas que teremos de alimentação e viagens. Sozinho, o Petrolina não tem condições de voltar ao campeonato. Vamos precisar de ajuda da prefeitura ou da Federação, porque empresa privada pode esquecer com essa crise”, concluiu.

Confira a matéria completa no Superesportes