Da Redação – Carlos Humberto
Joãozinho, do Garapa, eleito o melhor da partida

Em noite de bom futsal e com direito a recorde de público – mais de três mil torcedores, pagaram ingresso, segundo dados não oficiais -, o ginásio do Sesc, em Petrolina, foi palco dos dois primeiros confrontos, cujos resultados definirão os finalistas da 24ª edição da Copa TVGR, maior evento da modalidade do Nordeste brasileiro.

Cohab Massangano e Garapa venceram Trindade e Iate Clube, por 6 a 0 e 3 a 2, respectivamente, e deram um grande passo para assegurar vaga na final da competição, no dia 28 de maio. No jogo de volta, no próximo sábado 21, as duas equipes se classificam com um simples empate, sendo que o Cohab pode perder por até cinco gols de diferença para decidir o título com quem passar de Garapa e Iate.

Trindade x Cohab Massangano

Jogando de maneira objetiva, o Iate deu um verdadeiro baile no até então invicto Trindade, ao aplicar uma goleada por 6 a 0. Sob o comando Michel (eleito o melhor jogador em quadra) e Silvestre, o último campeão da Copa TVGR anulou as peças-chaves do adversário e se impôs não dando chance de reação do time visitante que praticamente assistiu atônito os jogadores do Cohab Massangano ditarem o ritmo do jogo e marcar os gols naturalmente. No primeiro tempo, o placar terminou 4 a 0, gols de Silvestre, dois, Guilherme e Michel e na etapa final, mesmo sem imprimir o mesmo ritmo frenético do início, marcou mais dois gols, através de Michel, novamente, e Júnior Carapiá.

Iate Clube x Garapa

No duelo mais esperado da noite, Iate Clube e Garapa proporcionaram momentos de emoção no clássico que poderia ser chamado de uma final antecipada, e no final o Garapa superou o Iate por 3 a 2, privilegiando o time que foi mais preciso nas finalizações da partida e saindo na frente em busca do sonhado inédito título de campeão da Copa TVGR.

O primeiro tempo foi disputado em alto nível, com as equipes se revezando no comando das ações até os dois minutos derradeiros, quando Joãozinho e Luan, em lances seguidos, marcaram para o Garapa, resultado parcial do confronto.

Na volta do intervalo, o Iate pressionou o adversário buscando diminuir ou virar o placar e logo a chance apareceu quando Jadson foi derrubado na área e a arbitragem assinalou o pênalti. O mesmo Jadson, encarregado da cobrança não foi feliz e chutou para defesa do goleiro do Garapa. A chance real de gol não abateu o time que insistiu e chegou ao empate com gols de Neguinho e Zanata, cobrando tiro livre direto. Sentindo a chance de virar o marcador, a equipe continuou buscando a virada, mas numa jogada de oportunismo, o artilheiro Joãozinho acertou um forte chute e definiu o clássico em 3 a 2 para o Garapa.

No próximo sábado acontecem os jogos de volta, que apontarão os finalistas da competição. A missão mais difícil está com o Trindade, que para chegar à decisão precisa vencer com uma diferença de sete gols ou seis para levar o confronto para os pênaltis.

Mesmo vencendo o jogo de ida, o cenário não está definido em favor do Garapa, que terá pela frente um adversário no mesmo nível e que vai à luta em busca de devolver a derrota sofrida nesta quarta-feira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here