No último jogo contra o Uruguai, precisa do empate para terminar como líder do grupo C

Por Carlos Humberto – texto e fotos
Vargas passou em branco diante do Equador

Sem repetir a atuação diante do Japão na estreia na Copa América, quando goleou por 4 a 0, a seleção do Chile penou para passar pela forte marcação da seleção do Equador nesta sexta-feira 21, na Arena Fonte Nova.

O placar de 2 a 1 foi conquistado graças a qualidade individual de alguns jogadores, que souberam aproveitar as poucas chances criadas ao longo do tempo normal mais acréscimos.

Fuenzalida abriu o marcador logo aos 8 minutos da primeira etapa, dando a falsa impressão que repetiria a goleada sobre o Japão. O Equador, que sofreu severa goleada diante do Uruguai no jogo anterior, sabendo que não poderia perder novamente, para não ser eliminado precocemente, reagiu e empatou através do capitão Enner Valencia, aos 26 minutos, resultado dos primeiros 45 minutos.

Na volta para o segundo tempo, o panorama não se modificou, repetindo o mesmo roteiro: o Chile tentava dominar as ações, mas o Equador resistia, às vezes com força exagerada de seus jogadores, terminando por sofrer mais uma expulsão na Copa América. Esporadicamente os equatorianos ensaiavam uma visita à área do goleiro Aramis, mas sem ameaçar chegar ao gol.

Alexys Sanchez marcou o gol da vitória chilena

Ao gol quem chegou foi o Chile, quando Alexys Sanchez acertou um chute esquisito e venceu o grandalhão goleiro… Eram decorridos 6 minutos da etapa final, e o placar não se modificou até o árbitro encerrar a partida.

Na última rodada da fase de grupos, o Chile enfrenta o Uruguai no Maracanã, enquanto o Equador terá como adversário o Japão, no Mineirão. Os dois jogos acontecem na próxima segunda-feira 24, às 20 horas.

Veja como ficou a classificação do grupo C:

1º Chile, com 6 pontos em 2 jogos

2º Uruguai, com 4 pontos em 2 jogos

3º Japão, com 1 ponto em 2 jogos

4º Equador, com 0 ponto em 2 jogos

FICHA TÉCNICA
EQUADOR 1 X 2 CHILE

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 21 de junho de 2019, sexta-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Patricio Loustau (ARG)
Assistentes: Juan Belatti (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG)
VAR: Wilmar Roldan (COL)
Público total: 14.727 (11.946 pagantes)
Renda: R$ 2.551.770,00

Gols: Fuenzalida, aos oito do 1ºT, e Alexis Sánchez, aos seis do 2ºT (Chile); Enner Valencia, aos 25 do 1ºT (Equador)
Cartões amarelos: Arboleda, Gruezo, Méndez, Velasco e Mena (Equador); Vidal, Beausejour, Arias e Isla (Chile)
Cartão vermelho: Achilier (Equador)

EQUADOR: Domínguez; Velasco, Achilier, Arboleda e Cristian Ramírez; Gruezo, Méndez(Antonio Valencia) e Orejuela; Ibarra (Garcés), Mena (Preciado) e Valencia. Técnico: Hernán Gomez

CHILE: Arias; Isla, Medel, Maripán e Beausejour; Pulgar, Arágnuiz e Vidal (Jara); Fuenzalida (Paulo Días), Vargas (Pablo Hernández) e Alexis Sánchez. Técnico: Reinaldo Rueda