Da Redação - Foto: Afogados/Divulgação

No duelo da Coruja contra o Galo, quem levou a melhor foi o Afogados. A noite de quarta-feira (26) já está na história do clube do Sertão do Pajeú, que tem apenas seis anos de fundação. Teve drama, golaço, sofrimento e apoteose nas cobranças de pênaltis.

A partida era válida pela Copa do Brasil. No tempo normal, as duas equipes empataram em 2 a 2, com gols de Candinho e Philip (para o Afogados), Gabriel e Ricardo Oliveira (para o Galo). Nos pênaltis, após 18 cobranças, a Coruja cantou mais alto.

Brilhou a estrela de Wallef, goleiro do Afogados que pegou duas cobranças. Com a vitória, a Coruja já soma R$ 2,69 milhões em cotas da competição:

Cotas do Afogados na Copa do Brasil de 2020*

1ª fase – R$ 540 mil (vs Atlético-AC, 3 x 0)
2ª fase – R$ 650 mil (vs Atlético-MG, 2 x 2 e depois 7 x 6 nos pênaltis)
3ª fase – R$ 1,5 milhão (vs Ponte Preta-SP ou Vila Nova-GO)
4ª fase – R$ 2,0 milhões?

* Com a participação em três fases, o Afogados já soma R$ 2,69 milhões em cotas nesta edição. Com o segundo repasse, a direção já projetava a quitação das dívidas e a compra de um terreno na região. Com a terceira, então, pode começar a sonhar com a construção do centro de treinamento (informações do Blog do Cássio Zirpoli).