Conhecidas as 12 finalistas do Festival Edésio Santos da Canção 2019

Por Carlos Humberto - Texto e fotos
Mosaico da segunda noite do FESC 2019 (Arte: Rafael Leal)

Após dois dias de intensa expectativa, foram conhecidas nesta sexta-feira 13, data em que o Rei do Baião estaria fazendo aniversário, as 12 músicas finalistas do maior festival de música do interior do Brasil, organizado e realizado pela Prefeitura Municipal de Juazeiro, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes, esse ano com o título de Dois Violões, em homenagem a João Gilberto e José Willys (Neto).

Enquanto o júri deliberava, o público não arredava os pés da pista de dança que se tornou o espaço em frente ao palco, enquanto o cantor Rodrigão dava um verdadeiro show de voz e simpatia desfilando um pot-pourri de sucessos de vários gêneros musicais.

Outros, mais impacientes, como Luiz Carlos, auxiliar de serviços gerais, presente nas duas noites, chegavam a disfarçar a ansiedade roendo as unhas.

Desfeito o mistério, o júri oficial, formado pelo professor Gilson Barbosa, a cantora Meirielle e o maestro Maécio, apontou as seguintes canções que disputam neste sábado 14 a consagração na final da 22ª edição do Festival Edésio Santos da Canção.

Confira os finalistas:

  1. Gumbé, de Carlos Gomez – intérprete Jessia Stephens
  2. Ser Maria, de Amauri Plácido da Silva Neto – intérprete Alcina Gonçalves
  3. Coringa Blues, de Eugênio Cruz – intérprete Dom Pilé
  4. A Revolução dos Livros, de Darlan Cardoso Barreto – intérprete Dalmo Funchal
  5. Um só, de Joyce Guirra – Intérprete Joyce Guirra
  6. Consagração, Caroline Taianan – intérprete Ruthe Moraes
  7. Além desse momento, de Zebeto Corrêa – intérprete Fabiana Santiago
  8. Regresso, de Eurivalter Cupertino – intérprete P1 Papers
  9. Rosa Miragem, de Tiago Maci – intérprete Tiago Maci
  10. Apareça, de Pedro Rhuas – intérprete Pedro Rhuas
  11. Ainda há tempo, de Keréto – intérprete Keréto
  12. Metrópole, de Herberth Mascarenhas – intérprete Herberth Mascarenhas

GALERIA DE FOTOS