Da Redação - Foto: AFP

Em decorrência dos inúmeros escândalos de doping, a Rússia não estará representada nos Jogos Olímpicos de Tóquio (2021) e de Inverno (Pequim 2022) e da Copa do Mundo de Futebol (2022). O anúncio foi feito nessa quinta-feira (17), pela Corte Arbitral do Esporte (CAS).

Sendo assim, o país europeu está proibido de usar seu nome, sua bandeira e seu hino nas competições dos próximos dois anos. Em contrapartida, os atletas russos que desejam participar dos eventos poderão fazê-los, mas sem estar vinculados ao país.

Mas há um porém. Somente será liberado aquele ou aquela esportista sem envolvimento nos escândalos de doping. Segundo o Tribunal, as autoridades russas adulteraram um banco de dados do laboratório de testes de Moscou antes de entregá-lo aos investigadores da WADA, em mais um episódio envolvendo o escândalo de 2015.