Da Redação - Foto: Carlos Humberto

Mesmo sem fazer uma apresentação convincente na primeira partida disputada no Adauto Moraes nesta temporada, a Juazeirense fez valer o mando de campo e superou o Fluminense de Feira de Santana por 2 a 1, em jogo válido pela segunda rodada do Baianão 2021.

Vindo de vitória sobre o Bahia na Fonte Nova, o técnico Givanildo Sales apostou na mesma equipe para começar jogando. No entanto, o time não rendeu coletivamente e alguns jogadores fracassaram individualmente, principalmente no primeiro tempo, quando o Cancão teve dificuldades para sair do forte esquema de marcação adotado pelo Touro do Sertão.

Mesmo assim, o placar poderia ser mais elástico não fosse o atacante Nino Guerreiro desperdiçar cobrança de pênalti, defendida pelo goleiro Weide, aos 48 minutos do segundo tempo.

Foi a segunda vitória consecutiva do Cancão, o que lhe assegura a liderança isolada do campeonato com seis pontos, dois a mais que o Vitória que venceu o Atlético de Alagoinhas também por 2 a 1.

Guilherme fez 1 a 0 para o Touro aos 45 minutos e dois minutos depois, Clebson empatou para o Cancão, determinando o resultado do primeiro tempo. Aos 43 da etapa final, Patrik marcou o gol da vitória tricolor cobrando pênalti.

No próximo domingo (28), a Juazeirense enfrenta o Jacuipense em Salvador, em Pituaçu. No mesmo dia, no Joia da Princesa, o Flu recebe o Vitória da Conquista. Os dois jogos são válidos pela 3ª rodada.

Confira os resultados desta quarta-feira (24):

Atlético-BA 1×2 Vitória
Jacuipense 0x0 UNIRB
Juazeirense 2×1 Fluminense-BA
Doce Mel 0x2 Bahia

FICHA TÉCNICA

Juazeirense 2×1 Fluminense de Feira de Santana

Campeonato Baiano Série A – 2ª rodada

Data: 24 de fevereiro de 2021, quarta-feira

Horário: 16 horas

Local: Estádio Adauto Moraes, Juazeiro-BA

Arbitragem: Josué Reis de Jesus, Otonielson Jesus da Silva e Daniela Borges Martins

Gols: Guilherme (FLU), aos 45′ e Clebson (SDJ), aos 47″ do 1º tempo. Patrik (SDJ), aos 43′ do 2º tempo, de pênalti.

Juazeirense: Rodrigo Calaça; Carlinhos, Dedé, Wendell e Daniel; Waguinho, Sapé (Patrik), Clebson (Rayllan) e Elcarlos (Nino); Danillo Bala (Beléu) e Kesley (Maydon). Técnico: Givanildo Sales

Flu de Feira: Weide; Thiago, Rodrigo, Andreson e Arnold; Moisés, Clóves (Eduardo) e Kariri (Vagno); Christian Roque (Marlon Bruno), Guilherme Quinjingue (Emerson) e Bruno Veiga (Gabriel). Técnico: Thiago Santa Bárbara