Deputados aprovam, em primeira votação, mudança de nome do estádio Rei Pelé para Rainha Marta

Plenário da Câmara de Deputados de Alagoas (Divulgação)

Com os votos contrários de Davi Maia, Marcos Barbosa, Cibele Moura e Silvio Camelo, os deputados aprovaram em primeira votação, na sessão desta terça-feira (13), o projeto de lei alterando o nome do estádio Rei Pelé, também conhecido como Trapichão, para Rainha Marta. De autoria do deputado Antonio Albuquerque (PTB), a proposta foi protocolada na Casa de Tavares Bastos logo no início da atual legislatura, em fevereiro deste ano.

Na justificativa, embora reconheça a relevância de Pelé para o esporte mundial, Albuquerque cita que não existem laços entre o ex-jogador e Alagoas. Já a alagoana Marta, melhor jogadora de futebol da história, engrandece e eleva o nome do estado.

O parlamentar lembrou que o êxtase decorrente da conquista da Copa do Mundo pelo Brasil em 1970, ano da inauguração do estádio, provavelmente motivou a escolha do nome, “descuidando da absoluta ausência de laços entre homenageado e o estado, e o futebol alagoano”.

“Ambos (Pelé e Marta) têm importância nacional e mundial reconhecida, mas somente a jogadora tem a importância local por seus laços e sua identidade com o Estado, o povo e o futebol local.

Em maio deste ano, Pelé foi questionado sobre o PL em entrevista ao jornal Folha de São Paulo e disse apoiar a mudança no nome do estádio. “A Marta é o Pelé de saias. Acho muito justa a homenagem. É uma pena que não poderei fazer uma tabelinha com ela na reinauguração”, afirmou.

Essa não é a primeira tentativa de rebatizar o estádio. Em novembro de 2008, o parlamento estadual aprovou um projeto de lei similiar, de autoria do então deputado Temóteo Correia, mas a matéria foi vetada pelo então governador Teotonio Vilela Filho (PSDB).

Descortesia

Durante a sessão, os deputados Galba Novaes, Davi Maia e Cibele Moura explicaram que, embora concordem que Marta merece todas as homenagens, acreditam que a mudança, além de deselegante com Pelé, é inconstitucional.

Crédito: Cada Minuto