Maria Akemi – Foto: Twitter/Reprodução

André Villas-Boas pediu demissão do Olympique de Marselha. O treinador português disse, em entrevista coletiva, que entregou seu pedido à Diretoria, que ainda não respondeu. Ele está descontente com o ambiente político e a contratação de um atleta sem o seu aval foi a gota d’água.

“Apresentei a minha demissão, dizendo que não concordo com a política desportiva.”, disse o treinador. O português soma passagens por Porto, Chelsea, Tottenham e Inter de Milão. O estopim para a decisão foi a compra de Oliver Ntcham, vindo do Celtic.

No início da tarde, o clube francês emitiu uma nota e confirmou a saída do treinador. “Esta decisão tornou-se inevitável devido à recente repetição de ações e atitudes que prejudicam gravemente a instituição olímpica de Marselha e seus funcionários que a defendem diariamente“, disse o clube.

Villas-Boas é um dos nomes desejados torcida do São Paulo, que ontem (1°) demitiu Fernando Diniz. O clube liderava o Brasileirão, mas está há sete jogos sem vencer.