Dia Mundial do Teatro é festejado com entrega de Título de Cidadão Petrolinense ao fundador da Cia Biruta

0
94

Dia Mundial do Teatro é festejado com entrega de Título de Cidadão Petrolinense ao fundador da Cia Biruta

Texto: Eneida Trindade

Em uma festa atravessada por momentos emocionantes, o Dia Mundial do Teatro foi comemorado, nesta quarta-feira (27), com a entrega do Título de Cidadão Petrolinense ao ator, diretor, dramaturgo, produtor e cofundador da Cia Biruta de Teatro, Antonio Veronaldo. A honraria foi concedida em uma sessão solene da Câmara de Vereadores de Petrolina, presidida pela parlamentar Lucinha Mota, no auditório da biblioteca da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

O Título é resultado de uma indicação do vereador Gilmar Santos (PT/PE), em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à arte e à cultura do povo petrolinense. “Conceder esse título de cidadão é poder fortalecer a história de trabalhadores e trabalhadoras da cultura. Veronaldo é uma pessoa que representa essa história. Nós temos aqui diversos artistas e fazedores de cultura, muitos deles estão nas periferias, nem sempre com o apoio necessário para desenvolver as suas atividades. Veronaldo, através da Cia Biruta de Teatro, é uma representação da resistência e das contribuições tão necessárias e fundamentais que o teatro, a arte e a cultura têm dado para o desenvolvimento do município de Petrolina”, frisou Gilmar.

Emocionado, Veronaldo ressaltou a representatividade da ocasião não apenas para ele, mas para toda a classe artística. “Esses momentos são mágicos e importantíssimos para o reconhecimento do valor que tem o fazer artístico nesta cidade. O Título não é só para mim, enquanto cidadão, mas para todos os artistas de teatro. Esse reconhecimento da Câmara de Vereadores e a proposta de Gilmar Santos foram de suma importância para que possamos entender a importância do ofício e dos trabalhadores do teatro. Espero que esse momento seja multiplicado para outros companheiros e companheiras, mas que seja também uma luz para que a gente possa ver, de fato, a importância do fazer artístico, nesse caso o teatral, como uma ferramenta para o desenvolvimento dessa cidade, que é tão fundamental para o cenário nacional”.

A noite foi marcada ainda por performances artísticas e diversas homenagens ao artista, encabeçadas pelas companheiras da Cia Biruta, Camila Rodrigues, Cristiane Crispim e Letícia Rodrigues, por sua família e por seus amigos do teatro e da vida.  

Antônio Veronaldo

Natural de Picos (PI), o diretor, ator, produtor, dramaturgo e cofundador da Cia Biruta de Teatro, Antônio Veronaldo atua, também como diretor artístico das ações formativas do Núcleo Biruta de Teatro no qual foi responsável por ministrar oficinas, orientar e encenar produções como “Corpo Fechado” e “Processo Medusa”. Nos últimos anos desenvolveu a pesquisa “Cenas Ribeirinhas” (2014-2016), produziu duas edições do projeto de formação e intercâmbio “Pontes Flutuantes” (2017 e 2019), e dirige e atua no espetáculo “Chico e Flor contra os monstros na Ilha do Fogo” (2015). Entre os muitos trabalhos acumulados ao longo de mais de 20 anos de carreira, Veronaldo dirigiu também alguns trabalhos no universo da contação de histórias, como a webserie “Contando o Rio Opará – Histórias para navegar (2021)           , e os espetáculos mais recentes “Notícias do Dilúvio – Um canto à Canudos” (2023) e “História Lacrimogênica de Cordel (ou A Hora da Estrela)” (2023).