Diretor executivo Raí pediu demissão e segue o treinador

Da Redação

Sem vencer há sete jogos, o treinador Fernando Diniz foi demitido pela diretoria do São Paulo. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira após reunião realizada no Morumbi.

A gota d’água foi a derrota para o Atlético Goianiense no último domingo, quando o Tricolor, que liderou o campeonato durante boa parte, caiu para a quarta colocação. A queda para o Grêmio na semifinal da Copa do Brasil, o desgaste com o elenco após o episódio com Tchê Tchê e o jejum de vitórias deram argumentos para que o clube optasse pela demissão de Diniz e seus auxiliares.

Antes o São Paulo foi eliminado pelo Mirassol, nas quartas de final do Campeonato Paulista, caiu na fase de grupos da Libertadores, não passou pelo Lanús na Copa Sul-Americana.

De acordo com nota emitida pelo clube, o ex-jogador Raí pediu para sair e não exerce mais a função de diretor executivo.

Fernando Diniz chegou ao São Paulo em 2019 e deixe o clube conquistar nenhum título. Segundo o GE, foram 74 jogos, com 34 vitórias, 20 empates e 20 derrotas.