Falôôô... A opinião de Jota Jota - Foto-capa: Divulgação Vitória
Jota Jota

Por incrível que possa parecer, tenho lido e acompanhado pelas redes sociais a má fase do Vitoria sendo discutida com inúmeras contestações, mas que levam apenas para o lado pessoal da coisa, e o clube, que sofre uma das suas piores crises, está sendo deixado de lado, assim como o futebol brasileiro.

Foi aí que lendo um comentário do jornalista LUIZ BRITO da Tribuna da Bahia, que mostra o quanto se fala em descobrir o sexo dos anjos. Vejam a dedução do jornalista, que assino em baixo, seja qual for a cor da caneta.

“Estamos discutindo o Vitória…

Uma discussão passional que coloca em pauta o argumento de que nada justifica o atual e péssimo momento do clube…

Mas o brasileiro não lê, não estuda, não se preocupa em consultar e avaliar, e o mais grave:  não percebeu que NO BRASIL EXISTE A PANDEMIA DO COVID-19…

A pandemia literalmente DIZIMOU pequenos clubes do futebol brasileiro, e está matando outros que carregam “comorbidades” como dívidas, falta de estrutura, com milhares de sócios inadimplentes, sem renda de jogos, sem cotas das Federações e CBF…

O Vitória faz parte deste grupo de alto risco na crise do futebol brasileiro.

Além de fragilizado, sem “remédios”, está sem família, ninguém está preocupado se ele vai vencer ou perder a luta pela vida, ou ser enterrado como indigente numa cova rasa sem direito a choro nem vele.

Estou anexando a esse texto a coluna de hoje do conceituado PVC – Paulo Vinícius Coelho, no seu Blog no site globoesporte.globo.com, e percebam que grandes clubes do futebol brasileiro, como Vasco da gama e Botafogo do poderoso futebol carioca, estão em situação semelhante, ou até pior que a do Vitória.

O erro de um não justifica o erro do outro, mas lá, pelo menos, eles mostram civilidade.

Acho que vale à pena ler uma previsão cruel sobre o futuro do futebol pós Covid”

Uma análise cirúrgica dos fatos, porque o Vitoria, agora, precisa de ajuda, de ter a sua família (torcida) colada, buscando o de melhor para o clube, assim como o Fluminense de Feira, que fora jogado à bancarrota, e hoje passa por situação caótica.

Parabéns Brito, é assim que nós formadores de opinião, devemos agir.

#PRONTO@REPOSTEI.

(O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH)