Eles não tinham direito, mas receberam*

Por Jota Jota
Jota Jota

Só clamando mesmo a DEUS, para que este país chamado Brasil possa entrar nos eixos, porque, a cada dia, vemos mais e muito mais falcatruas que procuram roubar tudo e a todos, indiferentemente dos cargos que ocupam, e o pior, é que usam a pandemia para aplicar em seus sórdidos golpes.

Agora a DATAPREV e a Consultoria Geral da União descobriram que funcionários públicos de diversos estados receberam INDEVIDAMENTE parcelas do auxílio emergencial, burlando as leis e as regras determinadas, para se ter direito ao benefício. Em quase todos os estados da Federação foram encontradas apropriações indébitas, alguns estavam inscritos no bolsa família. Como, ninguém sabe, e outros fizeram o cadastro mesmo sabendo que não deveriam fazê-lo.

São milhões de reais desviados daqueles que precisam e ainda estão em análise, sem uma resposta concreta da DATAPREV. Os fraudulentos servidores foram identificados e terão que devolver aos cofres públicos as somas recebidas. Os que fizeram cadastro, mesmo estando trabalhando, serão processados por falsidade ideológica.

Estamos vendo que não são só desvios de respiradouros, altos gastos com hospitais de campanha, desvio de verbas do combate ao Corona Vírus. A roubalheira está em toda máquina administrativa do país, desde servidores dos estados aos mais graduados das administrações, em todas as escalas, do municipal ao Palácio do Planalto.

E quando este dinheiro vai retornar? Quem souber, vai ganhar um pirulito de JACA MOLE, para que a dura não lhe estrague os dentes, porque a BURROCRACIA, que enfrentamos todos os dias, vai demorar em definir como e quando os bandidos de plantão devolverão a grana que é direcionada aos mais carentes.

#PRONTOFALEI.

*Este texto é de inteira responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Agência CH.