Em Jacobina a recíproca ficou longe de ser verdadeira

Por Jota Jota*

Onde vai parar o futebol brasileiro e principalmente o baiano com relação a agressões e ameaças? Enquanto uns tentam ser gentleman oferecendo proteção e conforto, outros agem como se fossem vândalos de torcidas organizadas. Foi o que vimos em duas ocasiões na série “B” do campeonato baiano.

O presidente do Jacobinense, deputado Marcos Manassés, enlameou a conquista que seus atletas conseguiram em campo sem nenhuma apelação, eliminando o Juazeiro sem problemas disciplinares nas quatro linhas. Mas, fora delas e no intervalo, o máximo mandatário do clube da casa, não foi recíproco ao tratamento recebido no Adauto Moraes.

Em Juazeiro foram colocados em cabines com ar refrigerado, transitaram entre os torcedores sem serem molestados, antes, durante e pós partida, mas em Jacobina o tratamento foi a base da pancada.

O presidente Ney Alves foi agredido de forma traiçoeira e covarde sob o olhar dos dirigentes do time local e, até um gandula entrou nas agressões gratuitas, acertando o presidente do time de Juazeiro, conforme imagens mostradas na TV. Encurralaram Ney Alves e as agressões continuaram, mesmo com a Polícia Militar presente (e que não tomou providências), permitindo as barbáries.

Com tanta fúria externa, imagino o que não passariam seus atletas, caso o acesso não viesse e o sonho adiado para 2023? É melhor nem pensar.

Ney Alves deu queixa em uma delegacia de Jacobina, mas o caso não pode apenas ser apurado pela justiça comum, as esferas esportivas precisam tomar providências enérgicas e imediatas, o mesmo acontecendo com o TJD-BA, indiciando os agressores e punindo-os exemplarmente.

A poucos dias na última rodada de classificação, dirigente do Botafogo invadiu hotel e ameaçou membros da delegação do Flamengo de Guanambi de arma em punho. Alguém sabe onde vamos parar com tantas agressividades?

Se estes insanos e arrogantes dirigentes levam tudo a ferro e fogo na série B do campeonato, o que não vai acontecer na série “A” quando um resultado não lhes for favorável? Como diria o locutor show Silvio Mendes… “segurem a cabeça de mamãe”, vamos ter confusões homéricas.

#PRONTOFALEI@RECEBAAAA

*O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente a opinião do Agência CH.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here