Da Redação
Flamengo 4×3 Bahia, no Maracanã (Foto: Vitor Tamar/ECB)

Com superação e talento, o Flamengo venceu o Bahia neste domingo, no Maracanã por 4 a 3, e subiu para o segundo lugar na disputa pelo título do Brasileirão 2020.

Arrasador, a equipe rubro-negra fez 1 a 0 aos três minutos de bola rolando, dando a impressão de uma vitória fácil. No entanto, aos 9 minutos, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza expulsou Gabigol por ofensas. Com um a mais, o Bahia cresceu e partiu para o ataque, mas aos 32, Maurício Isla ampliou após jogada de Gerson e Bruno Henrique.

Na volta para a segunda etapa, o Bahia mostrou as garras e em 16 minutos virou para 3 a 2 de forma sensacional, com dois gols de Gilberto e um de Índio Ramirez. O golpe despertou a fúria do atual campeão e com gols de Pedro e Vitinho, definiu o incrível placar de 4 a 3, próximo ao resultado do primeiro turno, quando o Flamengo venceu por 5 a 3, na Fonte Nova.

Foi a quinta derrota seguida do Bahia que patina perigosamente na parte debaixo da tabela.

Após o apito final, o jogador Gérson, do Flamengo, escolhido o melhor em campo, denunciou o ataque racista sofrido do jogador Ramirez, do Bahia, que o teria chamado de negro.

Pontuação

Com mais três pontos somados e um jogo a menos, o Fla chega ao segundo lugar com 48 pontos, cinco a menos que o líder São Paulo com 53, enquanto o Bahia se manteve com 28 pontos, na 16ª colocação, às portas da zona de rebaixamento.

Segue a tabela

No próximo sábado (26), o Flamengo viaja ao Ceará, onde Rogério Ceni reencontra o Fortaleza, no Castelão, às 19 horas. No domingo 27, o Bahia recebe o Internacional, na Arena Fonte Nova, às 16 horas. Os dois jogos integram a 27ª rodada.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 4×3 Bahia

Brasileiro da Série A – 26ª rodada

Data: 20 de dezembro de 2020 (domingo)

Horário: 18h15

Local: Maracanã

Arbitragem: Flávio Rodriges de Souza, Marcelo Carvalho e Danilo Ricardo

Gols: Bruno Henrique, aos 3’ e Isla, aos 32’ do 1º tempo; Índio Ramirez, aos 5’; Gilberto, aos 10’; Gilberto, aos 13’; Pedro, aos 36’ e Vitinho, aos 44’ do 2º tempo

Flamengo: Diego Alves; Isla (Vitinho), Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luis; João Gomes (Mateusinho), Gerson, Everton Ribeiro (Diego) e De Arrascaeta (Pedro); Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Edson (Daniel) e Ramon (Gabriel Novaes); Rossi, Gilberto (Rodriguinho) e Índio Ramirez (Clayson). Técnico: Mano Menezes

Cartão vermelho: Gabigol, aos 9’ do 1º tempo e Daniel, aos 45’ do 2º tempo