A partida encerra a participação das equipes na primeira fase da competição

Da Redação - Foto: Pietro Carpi/ECV
Vico participa do ataque do Vitória (Foto: Pietro Carpi/ECV)

O Vitória continua sem vencer no Estádio Manoel Barradas. Na noite desta sexta-feira (30), empatou em 0 a 0 com o Brasil de Pelotas, e completou oito jogos sem somar três pontos numa partida. O martírio alcança também o técnico Eduardo Barroca, que ainda não comemorou um triunfo sequer desde que assumiu o comando do Leão da Barra.

O time da casa teve maior posse de bola nos dois tempos do confronto, mas seu setor de criação não conseguiu alimentar o ataque, que pouco ameaçou a meta do adversário.

As estreias de Thiago Lopes e Matheus Frizzo, descontando o pouco tempo de treinamento com os novos companheiros, pouco acrescentou à equipe.

Classificação

O resultado não alterou a posição das duas equipes na tabela de classificação. As duas somam 21 pontos, mas, pelos critérios de desempate, o time baiano ocupa o 14º posto e os gaúchos estacionaram na 15ª colocação. Ao término da 19ª rodada do campeonato, os dois poderão perder posições e se aproximar ainda mais do Z-4.

Próximos jogos

Na próxima semana começam os jogos do “segundo turno” da Série B, e o Vitória viaja ao Maranhão, onde enfrenta o Sampaio Corrêa, no domingo (08/11), no Castelão, às 16 horas. No dia anterior, o Brasil recebe o Cuiába, em Bento de Freitas, às 16h30. Os jogos integram a 20ª rodada da competição.

FICHA TÉCNICA
Vitória 0x0 Brasil de Pelotas

Brasileiro Série B – 19ª rodada
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 30/10/2020 (sexta-feira)
Horário: 19h15
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ-CBF), Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ-CBF) e Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ-CBF)

Vitória: Ronaldo; Van, Maurício, Wallace e Carleto; Guilherme Rend, Lucas Cândido (Matheus Frizzo) e Thiago Lopes (Jordy Caicedo); Vico (Ruan Nascimento), Rafael Carioca (Marcelinho) e Léo Ceará (Júnior Viçosa). Técnico: Eduardo Barroca

Brasil de Pelotas: Rafael Martins; Felipe Albuquerque, Luis Felipe (Rafael Vinícius), Nuno e Alex Ruan; Cazonatti, Bruno José (Jarro Pedroso) e Matheus Oliveira (Mateus Mendes); Bruno Matias, Luiz Henrique (Gabriel Poveda) e Danilo Gomes (Bruno Santos). Técnico: Cirilo