Em jogo de sete gols, Ceará elimina o Vitória da Copa do Brasil em pleno Barradão

Da Redação
Vitória 3×4 Ceará, Copa do Brasil, 2020, no Barradão (foto: Arisson Marinho/Correio da Bahia)

Não faltou emoção no Barradão: Sete gols validados, uma virada no placar, três expulsões, três chutes no travessão, três pênaltis, um gol não validado e ameaça de dirigente a jogador adversário foram os ingredientes explosivos do clássico nordestino entre Vitória e Ceará realizado na noite desta quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil.

O Vitória saiu na frente fazendo dois a zero antes dos 15 minutos, perdeu dois jogadores expulsos – contra um do Ceará –, sofreu a virada e saiu de campo derrotado por 4 a 3. No acumulado, o Ceará, que havia vencido o jogo de ida por 1 a 0, somou seis pontos e eliminou o Rubro-Negro em pleno Barradão, aumentando o histórico de conquistas dos times cearenses sobre os baianos nos últimos jogos.

Os gols

A rede começou a balançar aos 7 minutos, quando Léo Ceará acertou um chute indefensável para o goleiro Prass e fez 1 a 0 para o Vitória. Aos 15, o Leão ampliou a vantagem para 2 a 0, através de Carleto cobrando pênalti. Aos 40, Ronaldo defendeu brilhantemente pênalti cobrado por Rafael Sóbis para o Ceará. As expulsões de Léo Ceará e Vico, pelo Vitória, e Charles, pelo Ceará, antes dos primeiros 45 minutos mudariam o enredo da partida.

Na volta do intervalo, num lance infeliz Carleto desviou contra sua própria meta e deixou tudo igual no placar em 2 a 2. Com muito espaço em campo, as chances apareciam com mais constância e aos 15 Fernando Sobral colocou os cearenses à frente pela primeira vez, mas quatro minutos depois, Jordy Caicedo que entrara minutos antes, empatou o duelo mais uma vez. Mas, aos 43, Lima fuzilou Ronaldo e decretou 4 a 3 para o Ceará.

FICHA TÉCNICA

Vitória 3 x 4 Ceará
Copa do Brasil – 3ª fase
Data: 26 de agosto de 2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Local: Estádio Manoel Barradas (Salvador-BA)
Arbitragem: Paulo Roberto Alves Júnior (PR), Luciano Roggenbahum (PR) e Luiz H. Souza Santos Renesto (PR)
Gols do Vitória: Léo Ceará, aos 7’ e Carletto, aos 15’ do 1º tempo, de pênalti; e Jordy Caicedo, aos 19’ do 2º tempo.
Gols do Ceará: Vina, de pênalti, aos 47’ do 1º tempo; Carleto (contra), aos 3’, Fernando Sobral, aos 15’, e Lima, aos 43’ do 2º tempo.

Vitória: Ronaldo, Jonathan Bocão, Gabriel Furtado, Maurício Ramos (Júnior Viçosa) e Thiago Carleto (Mateusinho); Guilherme Rend, Fernando Neto (Jean) e Marcelinho (Felipe Garcia); Vico, Léo Ceará e Rafael Carioca (Jordy Caicedo). Técnico: Bruno Pivetti

Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Gabriel Lacerda (Tiago), Luiz Otávio e Bruno Pacheco; William Oliveira, Charles, Fernando Sobral e Vina (Bergson); Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves) e Rafael Sóbis (Lima). Técnico: Guto Ferreira

Cartão vermelho: Charles (CEA) e Léo Ceará (VIT), aos 30’, e Vico (VIT), aos 37’ do 1º tempo