Em jogo de três pênaltis, Espanha e Brasil empatam no Santiago Bernabéu

0
127
Eridrck atacante do Palmeiras na Seleção Foto Joilson Marconne-CBF
Da Redação

A Seleção Brasileira, sob o comando de Dorival Junior, termina a excursão em solo europeu invicta nos dois jogos realizados. Nesta terça-feira (26), enfrentou a Seleção Espanhola e empatou em 3 a 3. Rodri, duas vezes, e Dani Olmo marcaram para a Espanha e Rodrygo Endrick e Lucas Paquetá marcaram para o Brasil. Na partida anterior, com domínio brasileiro, venceu a Inglaterra, em Wembley, por 1 a 0.

O confronto com a Fúria teve um panorama diferente e o time canarinho encontrou dificuldades nos dois tempos da partida, sendo dominado pelo adversário que apresentou maior volume de jogo e posse de bola.

Na segunda etapa, com quatro alterações promovidas por Dorival Junior, o time canarinho cresceu adiantando as linhas e igualou o placar com mais um gol de Endrick. A Espanha recuperou os espaços e seguiu dando as cartas da partida, chegando ao terceiro gol após a marcação de um pênalti mandrake assinalado pelo árbitro. O Brasil foi em busca de um melhor resultado, chegando ao empate aos 43 minutos com Lucas Paquetá, em outro pênalti dessa vez incontestável.

Em resumo, no início de um novo trabalho, o time brasileiro teve um saldo positivo, principalmente pelo bom futebol apresentado nos dois jogos, fortalecido pela disposição dos jogadores em recuperar a imagem do futebol pentacampeão do mundo.

Destaques brasileiros: o goleiro Bento, Fabrício Bruno e Endrick. Entre os espanhóis, merecem elogios as atuações de Rodri e o jovem atacante Lamine Yamal.