Estádio Mário Pessoa, nada a declarar

0
273
Barcelona x Itabuna - Foto Divulgação

Falôôô… A opinião de Jota Jota

Barcelona x Itabuna – Foto Divulgação

Os desportistas de Ilhéus e da região do Sul da Bahia tinham dois motivos para estarem alegres no sábado, 21 de janeiro, quando o reformado estádio Mário Pessoa em sua reabertura receberia o primeiro jogo da história entre Barcelona, o time da casa, e o seu vizinho de parede meia, o Itabuna. O torcedor já sabia que os dois times vinham bem na competição, e não hesitaram em esgotar os 3 mil ingressos colocados à venda.

Mas, a expectativa fora do cenário da festança, era o estado do gramado da praça esportiva, onde a bola correu livre, leve e solta, sem que houvesse uma reclamação dos clubes e da imprensa com relação ao campo de jogo. Não está uma Fonte Nova, um Maracanã, mas ficou supimpa para que as equipes mostrassem um bom futebol, sem a bola estar viva o tempo todo, permitindo a troca de passe com a gorduchinha no chão, e que resultou no único gol do jogo.

Foi uma reabertura que se superou, mostrando que se bem cuidado o Mário Pessoa vai poder servir a Barcelona e Itabuna com seus mandos de campo. Ah… e tem mais, foi um recado para o vizinho do lado, que o Luiz Vianna, já rebatizado de Estádio Fernadão, também tem jeito, basta fazer um esforço.

Nada a contestar com relação ao Estádio Mário Pessoa, o torcedor ficou na bronca não pela derrota da Onça Pintada que foi assimilada, mas por outro motivo, a venda dos ingressos, o que será assunto para a próxima coluna.

Meus cumprimentos para parceria da Prefeitura Municipal de Ilhéus e do Barcelona S.A., não importando o grau dos investimentos, mas sim os satisfatórios resultados das reformas.

E que venham outros bons jogos no Marão, os torcedores das arquibancadas vão gostar muito, coadjuvados pela rapaziada da ladeira.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA.