Por Tony Martins

O ex-Presidente do Fluminense de Feira, Zé Chico, está propondo uma mudança para o Campeonato Baiano em 2022.

Segundo o desportista, em 2022, três equipes subiriam para a primeira divisão, com uma rebaixada da primeira para a segunda. Nesse caso, o certame estadual passaria de 10 para 12 participantes na principal divisão do futebol baiano. A partir de 2023 subiriam 2 e cairiam 2.

Inicialmente, Zé Chico teria que convencer a Federação Baiana de Futebol, da dupla BA-VI e se articular com as equipes do interior.

A grande questão é saber se a FBF estaria disposta a aumentar o número de jogos da competição, já que o calendário exíguo é um fator inibidor à proposta do dirigente baiano.
No momento são 10 equipes disputando a competição, com 51 jogos 9 rodadas na primeira fase, 2 na semifinal e 2 partidas na final.

Com 12 equipes, considerando a atual fórmula de disputa, seriam 72 partidas, 11 rodadas na primeira fase, 2 na fase semifinal e 2 jogos na decisão do certame.

No caso de dividir as equipes em dois grupos de 6 com jogos de ida e volta, a competição teria 68 jogos. Sendo apenas jogos de ida na primeira fase, o Campeonato ficaria curto com 36 jogos apenas.

Tá lançado o problema.