MKT Esportivo

A transmissão da Fórmula 1 na Band foi histórica neste domingo (28). O canal registrou picos de 6.1 pontos de audiência na Grande São Paulo, praça utilizada como parâmetro pelo mercado publicitário. Do início do GP do Bahrein até a bandeirada final, a Band teve média de 5.1 pontos, contra 5.2 da terceira colocada Record e 6.8 do SBT. Na liderança, a Globo fechou o período com 9.2 pontos.

Os números fizeram a Band bater a Record em alguns minutos e se aproximar da vice-liderança do SBT. Cada ponto de audiência representa 76.557 domicílios e 205.377 indivíduos.

Para efeito comparativo, neste mesmo horário no domingo passado, a Band transmitiu Hertha Berlin x Bayer Leverkusen, em duelo válido pela Bundesliga. A partida rendeu 1.4 ponto de audiência. Portanto, a F1 quase que quintuplicou a audiência na sua grade com a principal categoria de automobilismo do mundo.

No sábado, com o treino que definiu o grid de largada, a Band registrou picos de 2.5 pontos, o dobro do que costuma ser registrado no dia e horário (12h).

Vale destacar que a Band teve uma concorrência que a Globo nunca teve: a exibição por streaming na plataforma própria da F1. A chegada do novo meio foi um dos principais entraves entre a emissora carioca e a Liberty Media, que organiza as corridas. Com a nova casa, a agência pôde estrear o F1 TV Pro no país, que custa R$ 28,90 por um serviço disponível em TV aberta.

Em uma disputa espetacular que durou até a última volta, o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, superou o holandês Max Verstappen, que largou da pole-position com a Red Bull, e venceu o Grande Prêmio do Bahrein, que abriu a temporada 2021 da Fórmula 1. O finlandês Valteri Bottas, da Mercedes, fechou o TOP 3.