Por Valtelino Pimentel (Pinguim)

Ex-zagueiro do Bahia nos anos 70, Élcio Nogueira da Silva, o Sapatão, morreu hoje (5) em Salvador, aos 72 anos. Ele fez parte do elenco do tricolor na campanha vitoriosa do campeonato Baiano de 1973 e 1979.

De acordo com informações recebidas o ex-atleta estava na UTI do Hospital da Bahia e respirava com a ajuda de aparelhos.

Sapatão deu entrada no hospital no dia 17 deste mês. No último dia 2, ele foi diagnosticado com coronavírus.

Como jogador, Sapatão teve passagens também pelo Santa Cruz, Flamengo, Fluminense de Feira, Catuense e Capelense-AL. Já como técnico, ganhou destaque por ser campeão da Série B do Baiano dirigindo equipes como Ypiranga em 1990, o São Francisco do Conde em 1996, o Camaçari em 1997 e o Camaçariense em 2003. Ele também foi vice-campeão do Baianão no comando do Juazeiro em 2001, e campeão do interior em 2000 e 2001.

Em 2015, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) homenageou o ex-jogador com o nome do troféu do campeonato da segunda divisão.

Através de uma nota oficial, o Juazeiro Social Clube lamentou o falecimento do ex-treinador do clube,

” Enviamos nossos pêsames a este grande atleta e e ex-treinador do Juazeiro que deu muitas alegrias ao torcedor. Nossos pêsames a família enlutada.

Ao todo, Sapatão disputou 450 jogos e ele marcou 12 gols. Em 224 dessas partidas, o tricolor não tomou gols com o zagueiro em campo.