Da Redação

Flamengo 2×0 Grêmio Everton Ribeiro – Copa do Brasil 15092021 – Foto Marcelo Cortes-CRF-Divulgação

No dia em que completa 118 anos, o Grêmio ganhou de presente mais uma derrota para o Flamengo, por 2 a 0, e está eliminado da Copa do Brasil. O placar foi construído no segundo tempo, através de Pedro, autor dos gols rubro-negros, sendo um deles de pênalti. Com a vitória, o time carioca se classifica para as semifinais e enfrenta o Athletico, algoz do Santos, em dois jogos, no sistema ida e volta.

Já o Grêmio, eliminado, volta suas atenções para o Brasileiro, onde busca fugir da zona de baixo da tabela.

Resenha

Flamengo e Grêmio entraram em campo com equipes alternativas, poupando a maioria dos titulares. Como consequência, não produziram um bom futebol no primeiro tempo, prevalecendo as jogadas truncadas, às vezes ríspidas em alguns lances. No segundo tempo, com o crescimento do meio de campo do Flamengo, formado por Thiago Maia, Andreas e Everton Ribeiro – este em grande fase – a equipe carioca deu as cartas dominando as ações e criando chances reais para encontrar o caminho do gol e vencer o Tricolor Gaúcho.

Outros jogos

No outro jogo das quartas de final, o Fortaleza se impôs no Castelão e bateu o São Paulo por 3 a1, garantindo a outra vaga nas semifinais, quando encara o Atlético Mineiro.

Segue a tabela

Pelo Brasileiro, Flamengo e Grêmio voltam a se enfrentar neste domingo 19, no Maracanã, às 20h30.

FICHA TÉCNICA

Flamengo 2×0 Grêmio

Copa do Brasil – quartas de final – jogo de volta

Data: 15 de setembro de 2021 (quarta-feira)

Horário: 21h30

Local: Maracanã

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos

Gols: Pedro (FLA), de pênalti, aos 33’ e aos 42’ do 2º tempo

Flamengo: Gabriel Batista; Matheuzinho, Rodrigo Caio (Gustavo Henrique), Léo Pereira e Renê (Ramon); Thiago Maia (João Gomes) e Andreas Pereira; Everton Ribeiro, Vitinho (Lázaro) e Michael; Gabigol (Pedro). Técnico: Renato Gaúcho

Grêmio: Brenno; Rafinha, Paulo Miranda (Rodrigues), Kannemann e Diogo Barbosa; Fernando Henrique, Mateus Sarará (Lucas Silva) e Villasanti; Jhonata Robert (Everton), Léo Pereira e Borja (Diego Souza). Técnico: Luiz Felipe Scolari