Texto: Maria Akemi - Foto: Dudu Oliveira/Fortaleza

A partida entre Fortaleza e Corinthians, válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, marcou uma ação do time cearense. Os atletas negros do Leão foram a campo com um alvo nas camisas. O objetivo é pôr fim a discriminação racial.

“Clube de futebol tem uma função social importante porque tem um poder enorme de comunicação, de fazer a mensagem chegar no grande público, que tem a atenção em como o clube fala e se posiciona. A temática do racismo é algo que sempre teve sua relevância, mas, de forma mais recente, diante dos últimos acontecimentos no Brasil e em outros países, tem tomado uma proporção muito grande e é necessário que a gente se posicione. Não basta não ser racista, tem que ser antirracista, tem que combater qualquer tipo de discriminação de cor”, explica o presidente Marcelo Paz.

O engajamento social, no entanto, contrastou com o jogo fraco e sem gols. Fortaleza e Corinthians ficaram no 0x0, numa partida marcada por duas expulsões.