Texto e foto: Maria Akemi

Os 16 clubes que participaram da reunião para definir o modelo do Campeonato Pernambucano da Série A2 já comunicaram (em tese) a Federação Pernambucana de Futebol sobre a participação ou não do torneio.

Petrolina e 1º de Maio reclamam da falta de suporte da entidade, já que alguns custos, inclusive de arbitragem, ficará nas costas dos clubes. E o prazo final dado pela FPF para definir os participantes termina amanhã (11).

Destaca-se que a competição deste ano terá 12 datas disponíveis e será realizada em três fases. A primeira delas será realizada em dois, três ou quatro grupos regionalizados. Já na segunda, dois quadrangulares em jogos só de ida definirão as quatros equipes classificadas para a fase final.

Na terceira fase acontecerá um novo quadrangular, onde subirão de divisão o primeiro e segundo time.