Projeto desenvolvido pelo Sebrae em parceria com o Senar é focado no controle de moscas-das-frutas

Por: Carlos Humberto

Foto: Divulgação

Realizado a partir de uma parceria entre o Sebrae e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Projeto de Monitoramento e Implantação de Técnicas de Controle de Moscas das Frutas se destaca entre as iniciativas voltadas para a fruticultura na Região do Vale do São Francisco.

O projeto conta também com o apoio dos Sindicatos dos Produtores Rurais de Juazeiro, Associação Brasileira de Produtores de Frutas (Abrafrutas) e a Codevasf, através dos distritos irrigados, alcançado os municípios de Juazeiro, Sobradinho, Casa Nova, Abaré e Curaçá, no Norte da Bahia.

O produtor interessado no atendimento pode procurar o Sebrae em Juazeiro ou um dos parceiros do projeto, que tem estimativas promissoras. Baseado nos estudos de implantação, a previsão é atender, até o final do ano, 1 mil agricultores da área da fruticultura, fornecendo consultoria e apoio técnico.

A consultoria é conduzida pela empresa Biofábrica Moscamed, especializada no combate à doença da mosca-das-frutas que, entre outras ações, vai orientar sobre boas práticas, passando pelos cuidados na higiene de pomar, monitoramento, controle e identificação da praga.

Entre os principais objetivos, estão a capacitação do produtor no manejo das frutas, em especial nos cuidados sanitários, técnicas para minimizar possíveis prejuízos no processo de produção e habilitação para exportação dentro das exigências internacionais.

Além das ações mencionadas, o gerente regional do Sebrae em Juazeiro, Carlos Cointeiro, lembra a importância de sensibilizar e orientar tecnicamente os produtores quanto às boas práticas do monitoramento e controle das moscas-das-frutas nos pomares. “No segundo semestre está prevista a contratação de serviços tecnológicos para liberação da técnica dos insetos estéreis nos pomares no Vale do São Francisco, com o objetivo de auxiliar no controle da praga”, informa Cointeiro.

O que é a doença da mosca-das-frutas

A mosca-das-frutas é considerada uma das maiores pragas no setor da fruticultura, causando prejuízos milionários em várias regiões do planeta. Existem diversas espécies, algumas mais invasivas, responsáveis por danos em cerca de 400 tipos de frutas. A praga se desenvolve, geralmente, em regiões de clima temperado.

Entre as frutas mais prejudicadas pela ação da doença, estão o sapoti, maracujá, acerola, cereja, mamão, graviola, jambo, jabuticaba, pitanga, goiaba, cajá-manga, siriguela, caju, manga, pêssego, nectarina, ameixa, pera, maçã, tangerina, mexerica, limão-cravo, laranja-doce e laranja-azeda.

Agência Sebrae de Notícias Bahia:
Mais notícias: http://www.ba.agenciasebrae.com.br
Canal no Telegram: t.me/sebraebahia
Podcast: bit.ly/imersaosebrae

Para mais conteúdos, siga o perfil @sebraebahia nas redes sociais:
http://www.instagram.com/sebraebahia
http://www.YouTube.com/sebraebahia
http://www.facebook.com/sebraebahia
http://www.twitter.com/sebraebahia
https://www.linkedin.com/company/sebraebahia

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800