Entidade que rege o futebol altera regra de mão na bola e novidade pode gerar ainda mais confusão

ESPN
Amarelo (ombro); Vermelho (braço)

No último dia 29 de fevereiro, a IFAB (International Football Associaton Board), a entidade que faz a gestão das regras do futebol, se reuniu em Belfast, na Irlanda do Norte, para seu encontro anual e discutiu algumas mudanças na regra. Entre elas, uma clarificação na regra de mão na bola.

A questão, porém, é que a nova orientação pode trazer ainda mais polêmicas. A entidade apresentou uma imagem que define aonde termina o ombro e começa o braço dos jogadores envolvidos na partida. Não se sabe ainda quando a regra entrará em vigor. (A parte amarela configura aonde não será marcado mão e a vermelha aonde é mão)

Jonathan Ford, presidente da Associação de Futebol de Gales e membro da Assembleia Geral da IFAB, usou a “linha da camiseta” para definir a nova medida. “Tudo acima (da manga) será tratado como ombro, tudo abaixo como mão na bola”, disse.

“Essa parte do braço não permite aumentar a área do corpo e será uma distinção mais simples para o árbitro”.

Além da nova orientação para lances de mão na bola, a IFAB também tem a intenção de realizar experimentos com substituições extras já nas Olimpíadas de Tóquio. A vontade da entidade é que as equipes ganhem uma substituição extra em caso de um atleta ter uma concussão comprovada pela equipe médica, após protocolo específico.

Segundo a Fifa, a entidade também sinalizou para buscar possíveis alterações na regra do impedimento “para alimentar o espírito do jogo ofensivo” e definiu que cartões amarelos recebidos com a bola rolando não serão carregados para as disputas de pênalti, podendo assim gerar situações em que um jogador receba dois amarelos na mesma partida e não seja suspenso.