Falôôô... A opinião de Jota Jota

Na primeira partida da final da Copa do Brasil, o Atlético Mineiro, campeão brasileiro da série “A”, segui fazendo suas vítimas sem tomar conhecimento, e desta feita o Athlético do Paraná, campeão Sul-Americano, acabou sendo goleado em pleno Mineirão, por 4 a 0.

A partir do primeiro minuto do jogo, o Galo das Alterosas tomou conta da partida, não permitindo os paranaenses de mostrarem o futebol que praticaram na Sul Americana, fazendo o torcedor alvinegro ir ao delírio com o futebol praticado, se impondo como ninguém para encerrar o ano com mais um troféu na galeria.

Já no primeiro tempo, o Atlético Mineiro deixou o campo vencendo por dois tentos a zero, atuando por música, enquanto o Furacão esqueceu o seu bom futebol em Curitiba, estando irreconhecível em campo, totalmente atônito, muito mais pelo que fez o time do Cuca, do que deixou de fazer os moços treinados por Valentim.

No segundo tempo o placar foi ampliado, porque como no primeiro tempo, em erros na cidade de bola, a defesa do Furacão permitiu que os donos da casa dessem a Belo Horizonte, que completava 104 anos, um presente alegre e cheio de arte.

A verdade é que o Furacão, diante do Galo Forte e Vingador, acabou virando uma garoa, igual a que cai em São Paulo, sem ser necessariamente uma chuva, e que nem mesmo molhou o poleiro do galináceo das Minas Gerais. E com resultado neste jogo de ida por 4 a 0, o Athlético do Paraná vai ter que se desdobrar no jogo de volta, se quiser ganhar o título.

Eu não diria que será uma missão impossível, porque no futebol o inimaginável acontece sem que possamos esperar, mas será um jogo complicado pelo que vem jogando e fazendo o time do Cuca na temporada, com um elenco de qualidade irretocável.

Na quarta-feira em Curitiba, se o sobrenatural do Almeida não intervir, o Atlético Mineiro já se tornou campeão da Copa do Brasil no jogo de ida em BH.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here