Da Redação
Bahia e Internacional na Fonte Nova (Foto: Felipe Oliveira/ECB)

Na estreia do técnico Dado Cavalcanti, o Bahia voltou a perder na Série A do Brasileirão por 2 a 1. A partida aconteceu neste domingo na Fonte Nova e deixou o Tricolor fazendo conta para não entrar na zona de rebaixamento. Foi a sexta derrota consecutiva no Esquadrão na competição.

O Colorado chegou a 2 a 0 com gols de Rodrigo Dourado, aos 45 minutos do 1º tempo, de cabeça, e Thiago Galhardo, cobrando pênalti aos 2 minutos do 2º. Aos 23, o Bahia esboçou uma reação aos 23 através de Índio Ramirez, mas ficou por aí, definindo o placar em 2 a 1.
Apesar dos dois gols sofridos, o goleiro Douglas foi brilhante e impediu que os atacantes colorados ampliassem a vantagem. A defesa do Bahia chega aos 48 gols e se torna a mais vasada da Série A.

Pontuação

A cada rodada a situação do Bahia fica mais difícil na tabela de classificação. Com a derrota, se manteve na 16ª posição, com 28 pontos, a mesma pontuação do Vasco que tem dois jogos a menos e poderá jogar o Tricolor no Z4 ao final desta rodada caso empate ou derrote o Athletico-PR logo mais na Arena Baixada. Já o Inter se mantém no G4 com 47 pontos.

Segue a tabela

A bola só volta a rolar na Série A em janeiro de 2021. No dia 6, quarta-feira, será realizada a 28ª rodada e o Bahia visita o Grêmio, em Porto Alegre, às 20h30. Na quinta-feira, às 19 horas, o Inter enfrenta o Ceará no Castelão.

FICHA TÉCNICA

Bahia x Internacional
Campeonato Brasileiro Série A – 27ª rodada
Data: 17 de dezembro de 2020 (domingo)
Horário: 16 horas
Local: Arena Fonte Nova
Arbitragem: Paulo Roberto Alves Júnior, Rafael Trombeta e Victor Hugo Imazu dos Santos
Gols: Rodrigo Dourado (INT), aos 45min do 1º tempo; Thiago Galhardo (INT), de pênalti, aos 2min; Índio Ramirez (BAH), aos 23min do 2º tempo

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Paraíba; Ronaldo (Marco Antônio), Gregore e Índio Ramirez (Fessin); Rossi (Clayson), Gilberto e Alesson (Gabriel Novaes). Técnico: Dado Cavalcanti

Internacional: Danilo Fernandes; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Edenilson, Patrick e Praxedes (Nonato); Caio Vidal (Yuri Alberto) e Thiago Galhardo (Abel). Técnico: Abel Braga