Da Redação - Foto: Getty Images

São Paulo será o representante do Brasil no calendário 2021 da Fórmula 1. Mas o governo carioca já pressiona para ter uma prova no Rio de Janeiro em 2022. Nesta quinta-feira (19), uma reunião da Comissão Estadual de Controle Ambiental (CECA) definirá o destino do projeto.

A informação é do Grande Prêmio. A reunião deve definir o futuro do projeto no Camboatá baseado no parecer do INEA divulgado há cerca de um mês. Anteriormente o Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro recomendou indeferimento dos pedidos do consórcio Rio Motorpark. Contudo, o governo estadual quer a liberação.

A principal questão para o indeferimento das licenças até este ponto dizem respeito sobre a falta de transparência com as alternativas locacionais apresentadas de maneira insuficiente para exaltar a necessidade de se construir o autódromo no Camboatá.

Dessa forma, a decisão será tomada por 14 conselheiros do CECA, dos quais quatro foram substituídos no último mês após mudança na presidência do INEA. Por fim, a realização de uma prova no Rio de Janeiro é um desejo antigo do presidente da República, Jair Bolsonaro.