Da Redação

Ao eliminar São Paulo e América-MG nos jogos de volta desta quarta-feira 30, Grêmio e Palmeiras garantiram presença na decisão da Copa do Brasil de forma brilhante.

America-MG-x-Palmeiras-copadobrasil-jogo2-foto-cesargreco-SEPalmeiras-divulgação

No Independência, o Palmeiras, que empatara em 1 a 1 no jogo de ida no Allianz Parque, acordou no segundo tempo e bateu o América por 2 a 0, na casa do adversário, gols de Luis Adriano e Rony e é finalista sob o comando do técnico português Abel Ferreira.

Já o América, comandado pelo técnico Lisca, foi guerreiro e valorizou a vitória palmeirense, saindo da competição mais valorizado do que quando entrou.

Pepe e Juanfran em São Paulo e Grêmio – Foto Lucas Uebel – Grêmio

Na outra semifinal, o Grêmio soube controlar o ímpeto são-paulino e segurou empate em 0 a 0, conquistando a segunda vaga para a final da competição. No jogo de ida, realizado em Porto Alegre, o Grêmio venceu por 1 a 0, gol de Diego Souza.

Dessa forma, o Imortal, que já venceu cinco edições da Copa do Brasil, chega pela nona vez a mais uma decisão.

Ao São Paulo, que não tem em sua galeria o troféu de campeão da Copa do Brasil, resta lamentar e reconhecer a estratégia do adversário para anular suas armas e conquistar a vaga na final.

Nos dias 3 e 10 de fevereiro, Palmeiras e Grêmio decidem quem será o vencedor da Copa do Brasil 2020. Os mandos de campo serão definidos por sorteio na CBF.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 0x0 Grêmio

Copa do Brasil – Semifinal 2

Data: 30 de dezembro de 2020 (quarta-feira)

Horário: 21h30

Local: Estádio Morumbi

Arbitragem: Bruno Arleu de Araújo, Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Correa Farinha, todos do Rio de Janeiro

São Paulo: Volpi, Juanfran, Arboleda, Bruno Alves (Paulinho Boia) e Léo (Toró); Luan (Vitor Bueno), Daniel Alves, Tchê Tchê (Hernanes) e Gabriel Sara; Igor Gomes (Tréllez) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz

Grêmio: Vanderlei; Victor Ferraz (Ferreira), Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Matheus Henrique, Jean Pierre (Darlan) e Alisson (Thaciano); Pepê (Everton) e Diego Souza (Paulo Miranda). Técnico: Renato Gaúcho