Ascom/PMJ

Na manhã desta sexta-feira (13), após reunião promovida com vários segmentos da área de Saúde, públicos e privados, o prefeito Paulo Bomfim anunciou a publicação de decreto estabelecendo uma série de medidas de caráter preventivo diante dos casos confirmados de H1N1 e suspeitos de COVID-19, o Coronavírus, no âmbito do município. O decreto foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira e entra em vigor imediatamente, com validade até o próximo dia 20.

Em Juazeiro, dezenove casos suspeitos de H1N1 já foram notificados, sendo cinco confirmados, um óbito comprovado, oito casos sob investigação, duas mortes cujos exames aguardam resultados e seis casos descartados. Em relação ao Coronavírus, a medida vem como efeito da declaração de pandemia emitida pela OMS – Organização Mundial de Saúde e do surgimento de dois casos suspeitos, dos quais um já foi descartado.

“Estamos adotando as medidas necessárias como forma de prevenção, de proteger as nossas crianças e todos os juazeirenses. Nossa equipe de Saúde, coordenada pela secretária Fabíola Ribeiro, já vem se preparando com capacitações, treinamentos e está preparada para atender os pacientes. Além disso, a Sesau está em total sintonia com as demais instituições que formam a rede em Juazeiro. Estamos atentos e somando esforços para proteger a nossa população”, reforçou Paulo Bomfim.

A secretária Fabíola Ribeiro esclarece que todas as ações com foco na prevenção, encaminhamento, acompanhamento e tratamento dos casos suspeitos ou que venham a ser confirmados, do Coronavírus e do H1N1 acontecem de forma planejada e de acordo com os protocolos estabelecidos pela Sesab e Ministério da Saúde.

“É preciso deixar claro que não há motivo para pânico. Nosso município já vem se preparando com medidas preventivas para diagnósticos, encaminhamentos e tratamento rápidos antes mesmo do anúncio feito pela OMS de pandemia mundial por conta do coronavírus. Com esse decreto o prefeito Paulo Bomfim adota a cautela necessária para esse tipo de situação. Nos reunimos com todas as unidades da rede de saúde de Juazeiro e estamos somando esforços para que possamos oferecer o melhor atendimento aos juazeirenses que necessitarem. Ressaltamos ainda a necessidade de se tomar os cuidados com a higiene pessoal”, concluiu Fabíola Ribeiro.

O decreto suspende:

 – Eventos, de qualquer natureza, que exijam licença do poder municipal, com expectativa de público superior a cem pessoas;

 – Atividades educacionais em todas as escolas da rede municipal. A publicação também recomenda a adoção dos mesmos procedimentos nas escolas estaduais e particulares, além das faculdades públicas e privadas.

 As medidas podem ser reavaliadas a qualquer momento, até mesmo antes do prazo que expira em 20 de março. Paulo Bomfim também comunicou que está autorizando a aquisição de mais materiais para equipar profissionais das unidades básicas e especializadas de saúde, como álcool em gel, luvas e máscaras.