Jornal espanhol divulga ranking dos maiores cobradores de falta da história

Vencedor é um jogador brasileiro já aposentado.

Da Redação
Juninho Pernambucano (Foto: veja)

O jornal espanhol AS divulgou na última segunda-feira 4, levantamento que revela os 10 maiores cobradores de falta de todos os tempos. Entre os países que praticam o futebol em todo planeta, o Brasil é o que apresenta os maiores talentos da bola parada, com seis ex-jogadores – Juninho Pernambucano, Marcelinho Carioca, Rogério Ceni, Zico, Ronaldinho Gaúcho e Pelé. A Argentina contribui com dois nomes na lista – Victor Legotraglie e Maradona, enquanto o inglês David Beckham e o holandês Ronald Koeman fecham a lista.

E quem seria o jogador com maior número de gols de falta da história?

Segundo a publicação, o vencedor é um brasileiro. Pelé, Zico, Marcelinho Carioca? Não. Trata-se de Antônio Augusto Ribeiro Reis Júnior, o Juninho Pernambucano. Em 21 anos de carreira, vestindo a camisa do Sport, Vasco da Gama, Lyon da França, Al Gharafa, New York Red Bulls e Seleção Brasileira, o recifense nascido em 30 de janeiro de 1975, marcou 77 gols cobrando faltas em jogos oficiais.

O jornalista Milton Neves conta que em 1994, em plena forma no Sport, quando conquistou o título pernambucano e a Copa do Nordeste, o técnico Telê Santana recusou o jogador, após o diretor de futebol do São Paulo Kalef João Francisco anunciar a contratação do meia pernambucano.

Em 29 de janeiro de 2014, Juninho se aposentou do futebol. No mesmo ano foi contratado pela Rede Globo de Televisão, onde trabalhou como comentarista até 2019.

Confira o ranking do jornal AS:

10º – Marcelinho Carioca e Rogério Ceni, os dois com 59 gols;

8º – Ronald Koeman, 60 gols

7º – Zico e Maradona, 62 gols cada

5º – David Beckham, 65 gols

4º – Victor Legotraglie e Ronaldinho Gaúcho, 66 gols cada

2º – Pelé, com 70 gols

1º – Juninho Pernambucano, com 77 gols