Uma pequena análise sobre Bahia e Vitória na segunda rodada da Copa do Nordeste

Falôôô... A opinião de Jota Jota

Fora de casa, o Vitória perdeu para o Ceará

Ceará x Vitória – foto Felipe Santos / ECVitória

Em um jogo onde as falhas individuais determinaram os quatro gols da partida, Vitoria e Ceará realizaram uma partida igualitária em campo, tendo o Vitoria estado melhor na cancha, até os 30 minutos do primeiro tempo, quando se deu a parada para hidratação. Depois disso, a equipe do Ceará se arrumou em campo, e fez boa apresentação até o final do primeiro tempo, que terminou empatado sem abertura de contagem.

Na volta para o tempo final, o time rubro negro fora reparado em seus erros pelo treinador Rodrigo Chagas, e o equilíbrio foi notório, até a falha de Van, que originou o primeiro gol do Ceará. O Vitoria foi à caça e empatou, depois de David, com sua velocidade, ter sofrido pênalti. O empate, deu ao time do Barradão a sensação de que poderia mais, aí outro erro na saída de bola, redundou no segundo gol, e o terceiro veio em seguida.

Ouvi e li nas redes sociais, diversos comentários que criticaram o time do Vitoria pela derrota, sem nem mesmo levarem em consideração, que o time de Rodrigo, está em formação, jogando com meninos da base, que vão chegar sim a um melhor aprimoramento. O time, apesar da derrota, não esteve mal não, é que o torcedor rubro negro, aquele do quanto pior melhor, e que nunca ajudou o clube, vive viralizando nas redes sociais as mazelas do clube.

Precisa melhorar, claro que sim, mas é preciso dar tempo, para que as contratações comecem a trabalhar, que o treinador encontre uma formação ideal para seus jogos, e isso não vai demorar muito, pelo que pudemos ver em campo. O time do Vitoria, não perdeu para o IBIS não, foi para o melhor time do Norte e Nordeste na atualidade.

É preciso deixar a rapaziada trabalhar.

O Bahia empatou em Pituaçu

Botafogo-PB x Bahia no Nordestão – foto Felipe Oliveira – ECB

Jogando em Pituaçú, o Bahia saiu perdendo para o Botafogo da Paraíba e chegou ao empate no segundo tempo, depois de crescer no jogo, pois esteve mal na etapa inicial, deixando o Belo tomar conta da partida, se mostrando estar melhor preparado do que o time de Dado Cavalcanti.

O time tricolor, dava a nítida impressão que perderia novamente dentro do Monumental Roberto Santos.

Mas, mesmo sem ter virado o marcador, e apenas ter chegado ao empate, o time voltou melhor na etapa final, e tomou conta do jogo, e poderia sim ter tido um melhor resultado, mas a afobação, e a busca desenfreada pelo gol, atrapalharam um pouco os parceiros de Rodriguinho. Explorando muito as decidas de Nino Paraíba, o Bahia pressionou e dos pés do lateral, veio o cruzamento na medida para o tento de empate.

Também em ritmo de reformulação, com a mescla de titulares com reservas e transição, o time tricolor também vem atuando para o gasto, e a tendência é melhorar com a sequência dos jogos e a chegada dos reforços, com retorno de alguns jogadores que estiveram fora da partida.

Os dois representantes baianos ainda estão no páreo para passarem para próxima fase, pois em duas rodadas, o Bahia tem 4 pontos em seu grupo, e o Vitoria 3, é não deixar os dianteiros se desgarrarem. Os resultados deste sábado, ainda não são de preocupar o torcedor, que precisa apoiar o time.

#PRONTOFALEI.

(O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH)