COM LICENÇA, ESTOU ESQUECENDO A ÉTICA.

Falôôô... a opinião de Jota Jota
Jota Jota

Está dando NOJO, essa é a palavra exata, sem tirar nem pôr: NOJO. NOJO de ver as transmissões da TV fechada, quando jogam os times do Rio de Janeiro, seja lá contra quem for, e seja qual seja o campeonato. Os locutores de serviço, só faltam entrar em campo e fazer os gols, e ou até apitar os jogos, tal como aconteceu nesta terça-feira entre Goiás e Flamengo. Todos vimos a superioridade do Flamengo, mas vimos os méritos aguerridos do Goiás, que obrigou ao novato goleiro flamenguista fazer boas intervenções. O Flamengo ganhou na bacia das almas, para azar do time goiano.

Mas o Flamengo não é LÍDER como apregoou o narrador em alto e bom som, ou mesmo colíder bradado pelo mesmo profissional, já que existem os critérios de desempates pelo número igual de pontos, e o ATLÉTICO MINEIRO, este sim é o LÍDER. E sem contar, que o Flamengo tem um jogo a mais que o time mineiro.

Faço uma pergunta a estes senhores da imprensa, que esquecem de serem apenas profissionais, quando empunham seus instrumentos de trabalho, eles estão falando apenas para os cariocas e flamenguistas? Ou a droga da TV fechada, cuja maior vendagem em assinaturas está no Norte e no Nordeste, atinge o Brasil inteiro? Que pena, não fazem mais profissionais como NÓS OS DINOSSAUROS DO MICROFONE, como alguns novatos nos chamam. Descansem os microfones nas bancadas, vistam as camisas dos clubes, e vão para a frente da TV, e aí sim, torçam à vontade.

Por isso, o futebol nacional vem perdendo a credibilidade junto ao torcedor, e qualquer que seja a polêmica, nos taxam de JABAZEIROS, e estes paraquedistas da comunicação esportiva, ainda não se atentaram para isso. Somos formadores de opinião, mas uma opinião LÍCITA, IMPARCIAL E NÃO CONIVENTE. E tem mais, entre estes ARTISTAS, MUITOS NEM CRONISTAS SÃO.

DÁ NOJO DE VER E OUVIR.

JOTA JOTA

Dinossauro, mas… Respeitado.

*O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Jota Jota.