Falôôô... A opinião de Jota Jota*
Jota Jota

Em nosso comentário que antecedeu a partida entre Fortaleza e Bahia, fizemos uma comparação com o jogo de bilhar, e dissemos que o Tricolor Baiano, precisaria MATAR A BOLA SETE (o Fortaleza) usando todas as estratégias do baiano Rui Chapéu, o melhor do mundo no esporte da mesa de feltro verde. E não deu outra, o time treinado por Dado Cavalcanti, COM QUATRO TACADAS, venceu com folgas o Leão do Picci, que dentro da partida, deu PITI.

Rodriguinho marcou três gols na vitória sobre o Fortaleza (foto Felipe Santana ECBahia)

Ninguém, eu disse ninguém, esperava um resultado acachapante, tal como acontecera na Arena Castelão, Fortaleza 0 Bahia 4, com uma bela jornada de Rodriguinho, que fez três dos quatro tentos, e nem precisou deitar-se no chão, servido que fora por Reginaldo Rossi (o Garçom) NINO PARAÍBA), que também fora importante na partida, três pontos por demais importantes nesta reta final da competição.

Já ouvi rumores de que o Fortaleza não jogou nada, mas também é preciso dizer, que o esquema de Dado não permitiu que os cearenses jogassem. O sistema defensivo do Bahia, que falhou durante toda temporada, acabou se redimindo nestes dois últimos jogos, contra o Atlético em Minas e Fortaleza no Ceará, e agora torce para que seus adversários diretos, Vasco e Goiás, possam tropeçar em seus compromissos.

Somente após os resultados deste domingo entre Corinthians e Vasco, Goiás e Bragantino, é que se vai saber a situação real do Bahia, para a última bola, a seis, que é o Santos na Arena Fonte Nova, que pode até ser um amistoso de luxo, se o Bahia já tiver escapado da degola, e o Santos conseguido chegar na fase preliminar da Libertadores.

Excelente o resultado do time da cidade tricolor, que leva o nome do ex-técnico Evaristo de Macedo, e a pergunta que não quer calar. Porque o Bahia não jogou assim, durante o certame inteiro? Em BH e Fortaleza, não faltaram Garra, Determinação, Concentração, e principalmente a vontade de ganhar, onde as deficiências anteriormente apresentadas, caíram por terra, e os resultados apareceram.

Agora é se preparar para o jogo da quinta-feira contra o Santos, matar a bola seis e deixar a competição com galhardia, ao evitar o mau maior. Bom para o futebol da Bahia no geral.

#PRONTOFALEI.

*O texto é de responsabilidade do autor e não representa, necessariamente, a opinião do Agência CH.