Falôôô... A opinião de Jota Jota
Foto: Denny Cesare / ECVitória / Divilgação

Em seu início de caminhada dentro da série “B” do certame brasileiro, o Vitoria foi a Campinas e dentro do Brinco de Ouro da Princesa, empatou com o Guarani por um tento, depois de sair na frente com um belo gol de Soares aos nove minutos do primeiro tempo, jogando bem, e não deixando os donos da casa atuarem.

Depois do gol feito, a equipe baixou de produção, recuou chamando o adversário para o seu campo, já que atuava em casa, e não deu outra, o Vitoria toma o gol de empate, em uma jogada que a defesa falhou no bote de João Victor no começo da jogada, mas o lateral Raul Prata, alguém pode me dizer a onde estava o moço? O gol, e as melhores jogadas do Bugre campineiro saiu pela lateral direita do Leão.

O placar final do jogo, permaneceu mesmo o do primeiro tempo, embora os sete primeiros minutos da etapa final, a soberania tenha sido do Guarani, que esbarrou na marcação do Vitoria. Depois só deu o time do Barradão, com a apresentação de um grupo calmo, e que cumpriu o papel determinado por Rodrigo Chagas.

Pela utilização de garotos da base e a remontagem do time, o Vitoria me agradou, mostrando em campo que vai poder revelar muitos meninos, que usaram calças de adultos em Campinas, dando esperanças aos torcedores, que estavam por demais desconfiados, e claro nas falhas que aconteceram, vieram as reclamações e condenações aos atletas, normal em todos os arquibaldos.

Bom resultado, tal como o conjunto apresentado pelos jogadores do Leão, diante do Bugre, fazendo metade da tarefa fora de casa.

#PRONTOFALEI@JOTAJOTA.